<
>

Palmeiras vence Grêmio no Sul com golaço de Scarpa e fica perto da semifinal da Libertadores

play
Celso Unzelte afirma que Palmeiras deu 'grande passo' para semifinal e também mostrou mudança no psicológico (2:24)

Para comentarista, Alviverde poderia até ter matado o jogo no segundo tempo (2:24)

O Palmeiras está muito perto da semifinal da Libertadores!

Nesta terça-feira, o time alviverde não se importou com a pressão da torcida adversária e venceu o Grêmio por 1 a 0, em plena arena da equipe de Porto Alegre, encaminhando a ida à próxima fase.

Com o resultado, os palestrinos dependem apenas de um empate no próximo jogo para avançar no torneio da Conmebol.

O único gol da partida foi marcado aos 30 do primeiro tempo, e foi um golaço.

Em cobrança de falta de muito longe, Marcos Rocha rolou e Gustavo Scarpa soltou um míssil, que ainda bateu no travessão de Paulo Victor antes de morrer no fundo das redes.

Na parte final do segundo tempo, o volante Felipe Melo levou o 2º amarelo e foi expulso, deixando o Palmeiras com um a menos.

O Imortal pressionou, mas não conseguiu achar o empate, muito graças à ótima atuação defensiva do rival.

O jogo de volta será na próxima terça-feira, no Pacaembu, novamente às 21h30 (de Brasília).

O Grêmio ainda entra em campo no final de semana pelo Campeonato Brasileiro, sábado, às 17h (de Brasília), contra o Athletico-PR, novamente na Arena.

O Verdão, por sua vez, jogaria contra o Fluminense no domingo, mas o duelo foi adiado para 10 de setembro pela CBF.

O JOGO

Mesmo jogando pressionado pela torcida do Grêmio, quem criou a primeira boa chance foi o Palmeiras. Aos 4 minutos, Marcos Rocha cobrou lateral direto na área e a bola sobrou para Dudu, que chutou caído e levou muito perigo à meta de Paulo Victor.

O Imortal respondeu aos 8: Everton "Cebolinha" puxou contra-ataque e abriu para Jean Pyerre, que arriscou de longe e tirou tinta da trave de Weverton.

O lance animou o time gaúcho, que seguiu mais presente no campo de ataque e deu novo susto aos 14: Alisson mandou uma bomba de longe e o arqueiro do Verdão agarrou firme, sem dar rebote.

Depois disso, porém, a partida caiu um pouco de ritmo, mas muitas faltas e lances mais ríspidos entre as duas equipes.

Aos 30 minutos, porém, um lance maravilhoso aconteceu na Arena do Grêmio: em cobrança de falta de muito longe, Gustavo Scarpa soltou um míssil teleguiado, que bateu no travessão de Paulo Victor e morreu no fundo das redes.

Um verdadeiro golaço!

Depois de ser vazado, o clube de Porto Alegre tentou não se abater e foi para cima, mas esbarrava na barreira defensiva montada por Luiz Felipe Scolari do outro lado.

Aos 43, um lance muito reclamado pelos tricolores: Alisson recebeu enfiada de bola e, ao tentar dominar, foi empurrado por Diogo Barbosa. Os gremistas pediram pênalti, mas o árbitro argentino Patricio Loustau não marcou. Seu compatriota Mauro Vigliano, no comando do VAR, também não chamou o lance.

Nos acréscimos, mais uma reclamação dos donos da casa: Juninho Capixaba cruzou e a bola bateu no braço de Luan, que estava colado ao corpo. Novamente, Loustau não apitou para a marca da cal, no último lance de destaque da primeira etapa.

Na segunda etapa, novamente foi o Verdão quem criou a primeira chance: logo aos 3 minutos, Marcos Rocha cobrou lateral na área e Dudu cabeceou no cantinho, mas Paulo Victor se esticou todo e fez excelente defesa, salvando o Grêmio.

A equipe gaúcha deu sua resposta aos 9, quando Juninho Capixaba experimentou da entrada da área e viu a bola passar zunindo por cima do travessão.

No lance seguinte, Everton "Cebolinha" tentou mais uma vez de longa distância, e Weverton encaixou sem dar rebote.

O Palmeiras jogava recuado, apostando em rápidos contra-ataques. Aos 17, uma boa oportunidade surgiu: Scarpa puxou e tocou para Willian, que fez o corta-luz. A bola sobrou para Dudu, que bateu forte, mas viu sua finalização ser desviada pela zaga na hora H.

Já o Grêmio ganhou mais mobilidade no ataque com a entrada de Diego Tardelli no lugar do inoperante André. Aos 23, o veterano deu boa enfiada para Everton, que bateu fraquinho, facilitando a defesa de Weverton em dois tempos.

Resposta palestrina: logo após entrar no lugar de Luiz Adriano, Carlos Eduardo deu bom cruzamento rasteiro para Dudu, que bateu de primeira e acertou a trave de Paulo Victor.

Em seguida, Felipe Melo fez falta forte em Luciano, levou seu segundo cartão amarelo e foi expulso. Ele deixou o campo chorando e foi consolado pelos companheiros de equipe.

Com isso, o Imortal foi para cima nos minutos finais em busca do empate. Que quase veio aos 40 minutos, em bom chute colocado de Jean Pyerre, passando ao lado da trave palmeirense.

O Verdão, porém, se segurou bem, garantindo a vitória por 1 a 0 em Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 0 x 1 PALMEIRAS

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS
Data: 20 de agosto de 2019, terça-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Público: 44.967 pagantes / 47.852 presentes
Renda: R$ 2.686.970,00
Árbitro: Patricio Loustau (ARG)
Assistentes: Juan Belatti e Diego Bonfa (ambos ARG)
VAR: Mauro Vigliano (ARG)
Cartões amarelos: Kannemann (GRE); Felipe Melo e Thiago Santos (PAL)
Cartão vermelho: Felipe Melo (PAL)

GOL
PALMEIRAS: Gustavo Scarpa, aos 30 minutos do primeiro tempo

GRÊMIO: Paulo Victor, Léo Gomes, Geromel, Kannemann e Cortez (Juninho Capixaba); Maicon, Matheus Henrique, Jean Pyerre, Alisson (Luciano) e Everton; André (Diego Tardelli) Técnico: Renato Gaúcho

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Gustavo Scarpa (Raphael Veiga); Dudu, Willian (Thiago Santos) e Luiz Adriano (Carlos Eduardo) Técnico: Luiz Felipe Scolari