<
>

David Braz faz golaço após erro de arbitragem, e Grêmio e Palmeiras empatam pelo Brasileiro

No 1º jogo da "melhor de três" a ser realizada nas próximas semanas, Grêmio e Palmeiras empataram por 1 a 1, neste sábado, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O atacante Dudu, um dos poucos titulares escalados na equipe alviverde, abriu o placar aos 13 do primeiro tempo: após bom passe de Hyoran, ele entortou o zagueiro David Braz e bateu de esquerda no canto de Júlio César.

No restante do jogo, o Imortal controlou a posse de bola, ficando com o domínio em cerca de 70% do tempo, mas criou poucas oportunidades efetivas de empatar.

Quando parecia que o duelo terminaria com triunfo paulista, porém, David Braz apareceu no ataque, soltou uma bomba no ângulo de Weverton e decretou a igualdade, em um verdadeiro golaço.

Antes da bomba de Braz, porém, a arbitragem errou ao assinalar lateral para os gaúchos - o arremesso manual, na verdade, era para o Alviverde.

Após o empate do time da casa, inclusive, Felipão reclamou muito com a arbitragem e levou cartão amarelo.

Com o resultado, o Grêmio vai a 18 pontos, em 12º lugar.

Já Verdão vai a 30 pontos e cai para o 3º lugar, sendo ultrapassado pelo Flamengo.

Os dois times voltam a se enfrentar na terça-feira, às 21h30 (de Brasília), novamente na Arena do Grêmio, pelo jogo de ida das quartas de final da Libertadores.

Pela 16ª rodada do Brasileiro, o Grêmio recebe o Athletico-PR, no próximo sábado, às 17h.

Já o Palmeiras teve seu jogo contra o Fluminense adiado para o dia 10 de setembro, às 21h, no Allianz Parque.

O JOGO

Com um time totalmente reserva de um lado e um com apenas alguns titulares de outro, Grêmio e Palmeiras começaram errando bastante na vazia Arena em Porto Alegre.

Quando o Verdão se achou em campo, porém, foi fatal. Aos 13 minutos, Hyoran deu ótima bola para Dudu, que cortou David Braz e bateu de esquerda no cantinho de Júlio César.

64º gol do camisa 7 em 269 jogos pelo time palestrino.

Após ser vazado, o Imortal tentou concentrar a posse de bola, que chegou a cerca de 80%, mas não conseguia passar pela zaga paulista.

O jeito, então, foi experimentar de longe: aos 24, Léo Moura disparou da intermediária e quase surpreendeu Weverton, que viu a bola passar zunindo perto de seu travessão.

Nos contra-ataques, o Palmeiras levava perigo. Aos 28, Hyoran arrancou pela esquerda e invadiu a área dando lindos dribles, mas chutou fraco, facilitando a defesa de Júlio César.

Pouco depois, Borja interceptou passe ruim de Léo Moura e saiu cara-a-cara com o goleiro gremista. Ele tentou drible para a esquerda, mas Júlio César saiu fechando bem e salvou.

O cenário seguia igual: Grêmio controlando a posse e Verdão contra-atacando e finalizando com perigo. Dudu soltou uma bomba aos 38, que foi bem agarrada pelo arqueiro tricolor.

Na última boa chance da etapa inicial, Dudu arrancou pelo meio e enfiou com precisão para Borja, que tentou rasteiro. Júlio César defendeu sem dar rebote.

Na segundo tempo, Renato Gaúcho voltou logo de cara com mudança: tirou Darlan e colocou Patrick. Já Luiz Felipe Scolari foi obrigado a fazer mudança aos 10 minutos por conta de lesão: Mayke sentiu dores e Marcos Rocha entrou em seu lugar.

E a partida seguia na mesma toada: Imortal sempre com a bola, mas sem qualquer efetividade, e os palestrinos tentando encaixar um contra-ataque fatal para matar o jogo.

Renato, então, tentou mais uma cartada para buscar ao menos o empate: aos 28, tirou o inoperante Luan, e Everton "Cebolinha" ingressou.

Na sequência, porém, foi o time visitante quem criou boa chance: Hyoran escapou de três marcadores e finalizou de longe, para defesa de Júlio César.

Os treinadores voltaram a trabalhar aos 32: Léo Moura se lesionou e saiu para entrada de Luciano, que fez sua estreia pela equipe gaúcha. Ao mesmo tempo, Felipão trocou Dudu por Ramires.

Luciano entrou com muita vontade, e quase igualou o placar aos 39: ele experimentou de fora da área, a bola quicou na frente de Weverton e ficou a centímetros de entrar - o goleiro fez a defesa de antebraço.

E quando parecia que o Palmeiras sairia com a vitória, apareceu David Braz para decretar o empate.

Aos 42 minutos, depois de um lance em que os alviverdes reclamaram de erro do assistente ao marcar lateral para o Grêmio, o zagueiro tricolor soltou uma bomba de longe e mandou no ângulo de Weverton, sem qualquer chance de defesa.

Um golaço para encerrar o jogo na Arena do Grêmio.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 x 1 PALMEIRAS

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS
Data: 17 de agosto de 2019, sábado
Horário: 21h (de Brasília)
Público: 12.897 pagantes/ 14.777 presentes
Renda: R$ 485.858,00
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Silbert Faria Sisquim (ambos RJ)

GOLS
GRÊMIO: David Braz, aos 42 minutos do segundo tempo
PALMEIRAS: Dudu, aos 13 minutos do primeiro tempo

GRÊMIO: Júlio César; Léo Moura (Luciano), Paulo Miranda, David Braz e Cortez; Darlan (Patrick), Rômulo, Thaciano, Luan (Everton) e Pepê; Diego Tardelli Técnico: Renato Gaúcho

PALMEIRAS: Weverton; Mayke (Marcos Rocha), Antônio Carlos, Gustavo Gómez e Victor Luís; Thiago Santos, Matheus Fernandes (Bruno Henrique) e Raphael Veiga; Dudu (Ramires), Hyoran e Borja Técnico: Luiz Felipe Scolari