<
>

Cuca ainda quer um lateral direito no São Paulo e diz que Hudson não deve mais ser improvisado

O técnico Cuca optou por escalar Igor Vinícius e não Hudson na lateral direita na noite desta segunda-feira, dia que o São Paulo goleou a Chapecoense por 4 a 0, no Morumbi, e subiu para a quinta colocação do Campeonato Brasileiro. Após o jogo o treinador revelou uma conversa que o fez mudar de ideia.

Segundo ele, Hudson explicou que prefere jogar na posição de origem, isto é, como volante.

"Tive uma conversa com o Hudson e ele me disse que prefere jogar na posição dele. Sempre foi primeiro ou segundo volante onde jogou. Desde Ribeirão Preto. Ele não quer ser efetivado como lateral direito", disse Cuca durante a entrevista coletiva, no Morumbi.

"Ele se ofereceu para jogar quando o time precisar, mas não quer ser lateral. E eu concordo com ele. Se ele tem uma posição, tem de jogar nela", prosseguiu.

O treinador acabou deixando escapar que por causa disso já pediu para a diretoria a contratação de um novo lateral. Hoje ele só tem Igor Vinícius. Antes tinha como opção Bruno Peres, que acabou devolvido para a Roma (ele estava emprestado até o final do ano, mas não interessava mais).

"Nem é dia de falar isso. Temos de curtir essa vitória. Mas sua pergunta é pertinente. Estamos em busca de um jogador para essa posição para fechar nosso elenco", disse.

O São Paulo agora terá a semana até sexta-feira para treinar porque no sábado enfrentará o Fluminense, no Maracanã, no Rio de Janeiro.