<
>

Palmeiras: Avião da delegação arremete duas vezes e é obrigado a mudar rota na Argentina

play
Após derrota do Palmeiras, Willian faz longo desabafo: 'Não podemos criar turbulência e nem desconfiança' (2:38)

Atacante falou depois do resultado adverso para o Ceará, que tirou a invencibilidade do clube no Brasileirão (2:38)

A delegação do Palmeiras viveu momentos de tensão na madrugada deste domingo.

O avião fretado que levava o time alviverde de Fortaleza para Mendoza (ARG) - onde na próxima terça-feira acontecerá o duelo contra o Godoy Cruz pelas oitavas da Libertadores - não conseguiu pousar na cidade e precisou arremeter duas vezes.

Por causa da situação, o voo precisou ser deslocado para Rosário, a quase 900 quilômetros de distância. Agora, a delegação está em Buenos Aires.

Segundo jornais da região (que fica quase na divisa com o Chile, no oeste argentino, aos pés da Cordilheira dos Andes), um forte nevoeiro com rajadas de vento chegou a Mendoza durante a noite de sábado, e há até recomendações para que os moradores não saiam de suas casas.

"Frente a esta situação, pede-se extremo cuidado, evitar sair na rua e, sobretudo, não fazer fogo em lugares abertos, já que uma fagulha agitada pelo vento poderia desencadear um incêndio", diz o jornal El Sol.

O Palmeiras preferiu ir direto de Fortaleza - onde perdeu uma longa invencibilidade no Brasileiro com a derrota por 2 a 0 para o Ceará - para a Argentina.

Até agora, porém, não há qualquer indicação de quando a delegação irá para Mendoza.