<
>

Palmeiras perde para o Ceará e vê série de 33 jogos sem perder no Campeonato Brasileiro acabar

Acabou a incrível série de 33 jogos sem perder do Palmeiras to Campeonato Brasileiro.

Neste sábado, a equipe alviverde, que surpreendeu e usou sua escalação titular, visitou o Ceará e sucumbiu à pressão do Castelão, sendo derrotado por 2 a 0, pela 11ª rodada da competição.

O time do Palestra Itália não perdia no Brasileiro desde que caiu por 1 a 0 para o Fluminense, ainda em 25 de julho de 2018, quando Roger Machado era o técnico.

Os responsáveis por encerrar a incrível série palmeirense foram Mateus Gonçalves e Leandro Carvalho, que marcaram uma vez em cada tempo.

Com o resultado, o time paulista segue com 26 pontos, ainda na liderança, mas pode ver o Santos igualar sua pontuação neste domingo, quando o Peixe encara o Botafogo.

O Vozão, por sua vez, vai a 14 pontos e sobe para o 13º posto.

Na próxima rodada do Brasileiro, o Ceará visita o Internacional, sábado, às 19h (de Brasília), no Beira-Rio.

No mesmo dia, mas às 17h, o Palmeiras recebe o Vasco, no Allianz Parque.

Antes, porém, o time de Luiz Felipe Scolari tem desafio pela Libertadores: na terça-feira, às 21h30 (de Brasília), pega o Godoy Cruz-ARG, em Mendoza, pela abertura das oitavas de final.

O Verdão viaja já na madrugada de domingo para a Argentina.

O JOGO

Mesmo jogando fora de casa, o Palmeiras começou melhor e por pouco não abriu o placar logo no primeiro minuto de jogo: Dudu cobrou falta na área e Zé Rafael desviou de cabeça no cantinho, mas Diogo Silva conseguiu buscar e fez grande defesa.

Nova boa chegada do Verdão aos 9, quando Luan experimentou de fora da área e viu a bola bater na marcação, quase surpreendendo o goleiro da equipe alvinegra.

A resposta cearense veio aos 14, quando Thiago Galhardo fez desvio de cabeça e achou Felippe Cardoso em ótima posição na área. O centroavante estava livre para fuzilar Weverton, mas Marcos Rocha conseguiu salvar na hora H.

Os paulistas eram mais incisivos, e tiveram outra grande oportunidade aos 20: Scarpa cruzou rasteiro da esquerda e viu Deyverson ter seu chute travado. Na sobra, Diogo Barbosa bateu firme, mas a bola explodiu na zaga rival em cima da linha.

Era lá e cá: pouco depois, o volante William Oliveira mandou um míssil de fora da área, que passou zunindo por cima do travessão de Weverton, animando a torcida do Vozão.

No embalo, o time da casa foi para cima e achou seu gol aos 31 minutos: aproveitando rebote de sua própria ótima jogada, Mateus Gonçalves acertou um chute fortíssimo da entrada da área, no cantinho de Weverton, que pulou, mas não achou nada.

Explosão da massa alvinegra no Castelão!

Após ser vazado, o Palmeiras tentou resposta com jogadas pelas laterais. Em uma delas, aos 40 minutos, Marcos Rocha achou Deyverson, que bateu cruzado, mas para fácil defesa do arqueiro rival.

E assim, o primeiro tempo acabou com os donos da casa em vantagem.

Na segunda etapa, Felipão fez uma mudança logo de cara: tirou Gustavo Scarpa e colocou Willian para tentar buscar a virada em Fortaleza.

Mas o time seguiu mal, e logo depois o treinador alviverde já fez mais uma mudança: sacou Zé Rafael e ingressou Raphael Veiga.

O camisa 23 fez o Verdão melhorar, e a equipe paulista passou a chegar mais à área alvinegra. Aos 16, por xemplo, Deyverson cabeceou com muito perigo por cima do gol. Pouco depois, Dudu experimentou de fora e criou perigo.

Em meio a esta pressão, o Palmeiras conseguiu um pênalti a ser favor: Marcos Rocha cruzou e o zagueiro Luiz Otávio fez o corte., mas o árbitro Rodrigo D'Alonso Ferreira viu mão no lance. Após analisar o VAR, porém, cancelou a marcação.

Scolari, então, tentou sua última cartada: Ramires na vaga de Dudu.

Mas não deu nem tempo de ver qualquer mudança, já que logo depois disso o Ceará matou o jogo: após lançamento, Leandro Carvalho apareceu livre na área e deu um leve toque para encobrir Weverton, marcando um belo gol para o Vozão.

Depois disso, o Ceará se acomodou bem atrás e resistiu à pressão final do Verdão, garantindo a vitória por 2 a 0, para alegria de sua torcida.

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 2 x 0 PALMEIRAS

Local: Estádio Castelão, em Fortaleza-CE
Data: 20 de julho de 2019, sábado
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Hélton Nunes e Thiaggo Americano Labes (ambos SC)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Auxiliares VAR: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ) e Carlos Berkenbrock (SC)
Cartões amarelos: Luiz Otávio, Felippe Cardoso e William Oliveira (CEA); Gustavo Gómez e Felipe Melo (PAL)

GOLS
CEARÁ: Mateus Gonçalves, aos 31 minutos do primeiro tempo; Leandro Carvalho, aos 27 minutos do segundo tempo

CEARÁ: Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Luiz Otávio e João Lucas; William Oliveira (Pedro Ken), Ricardinho e Thiago Galhardo; Mateus Gonçalves (Leandro Carvalho), Felipe Baxola (Felipe Sobral) e Felippe Cardoso Técnico: Enderson Moreira

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Gustavo Scarpa (Willian); Dudu (Ramires), Zé Rafael (Raphael Veiga) e Deyverson Técnico: Luiz Felipe Scolari