<
>

No Gre-Nal dos reservas, Luan iguala Renato Gaúcho, e clássico termina empatado no Beira-Rio

Inter e Grêmio no Beira-Rio Gazeta Press

O Gre-Nal 421 pelo Campeonato Brasileiro talvez tenha sido um dos com menos expectativa nos últimos tempos. Isso porque as duas equipes, com compromissos importantes pelas oitavas de final da Libertadores, decidiram utilizar jogadores reservas. Mas nem por isso o jogo deixou de ser interessante. Foi intenso e ao final terminou com o empate pelo placar de 1 a 1 entre Internacional e Grêmio, com direito a um gol histórico do lado gremista.

GRE-NAL DOS RESERVAS

Preocupados com seus compromissos no meio da semana pela Libertadores (o Internacional enfrenta o Nacional-URU na quarta-feira e o Grêmio pega o Libertad-PAR na quinta-feira), as duas equipes optaram por irem ao clássico com equipes totalmente reservas. Do lado do Inter, apenas Victor Cuesta e Edenílson dos titulares. Pelo lado gremista, nenhum titular escalado.

DE VOLTA AO PROTAGONISMO

E o clássico de hoje, marcado pela presença de reservas, marcou uma chance para dois jogadores que já brilharam muito no Gre-Nal, mas que hoje são coadjuvantes. Rafael Sóbis e Luan. O atacante do Colorado foi o responsável pela cobrança de falta que resultou no gol contra. Já Luan marcou de cabeça e atingiu uma marca histórica.

LUAN IGUALA RENATO GAÚCHO

E o gol de empate gremista foi histórico. Isso porque a cabeçada de Luan que balançou a rede foi o gol número 74 do jogador com a camisa gremista. Ele igualou ninguém menos que Renato Gaúcho, atual técnico do clube, que também tem 74 gols pelo clube na história.

PRIMEIRO TEMPO COLORADO

O Inter mandou no jogo na primeira etapa. Criou as duas melhores chances em chutes de Edenílson e Wellington Silva, obrigando Julio César a fazer duas boas defesas. O Grêmio tocava a bola e não criava. Aí veio o gol. Cobrança de falta de Rafael Sóbis e gol contra de Paulo Miranda. A partir do gol, domínio total dos mandantes no clássico, com os visitantes sendo perigosos apenas em um chute de longe de Paulo Miranda.

MAIS MORNO

Com a vantagem, o Inter optou por esperar mais o adversário no seu campo. O Grêmio não conseguia criar, mas chegou ao gol com Luan quando parecia que não iria conseguir o empate. No final, Pepê ainda teve boa chance de virar o jogo, mas parou em Danilo Fernandes. Uma confusão no fim esquentou o clássico, mas o árbitro resolveu com um cartão amarelo para Romulo e outro para Edenílson

NA TABELA

Internacional – 5ª colocação – 17 pontos

Grêmio – 10ª colocação – 15 pontos

PRÓXIMA RODADA (12ª)

Internacional – sábado – 27/07 – Ceará – 19h – Beira-Rio

Grêmio – segunda-feira – 29/07 – CSA – 20h – Rei Pelé

Ficha Técnica:
Internacional 1 x 1 Grêmio

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre-RS
Data: 20 de julho (sábado)
Horário: 19h(de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Júnior (RS).
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Renda: R$ 1.697.655,00
Público Total: 38.201
Cartão amarelo: Heitor, Sóbis, Edenílson(Internacional), Thaciano, Rômulo (Grêmio)
Gols: Paulo Miranda contra (Internacional), aos 21 minutos do primeiro tempo e Luan (Grêmio), aos 25 minutos do segundo tempo.

Internacional: Danilo Fernandes, Heitor, Emerson Santos (Klaus), Victor Cuesta e Natanael, Rodrigo Lindoso, Edenílson, Nonato (Pedro Lucas) e Wellington Silva, Guilherme Parede (Patrick) e Rafael Sóbis. Técnico: Odair Hellmann

Grêmio: Júlio César, Léo Moura, Paulo Miranda, David Braz e Juninho Capixaba, Rômulo, Thaciano, Galhardo(Everton) e Luan, Pepê e Diego Tardelli (Darlan). Técnico: Renato Portaluppi