<
>

Athletico-PR cala Maracanã e elimina Flamengo nos pênaltis na Copa do Brasil

O Flamengo está eliminado na Copa do Brasil. Após empatar no tempo normal por 1 a 1 contra o Athletico Paranaense, a equipe carioca parou nas penalidades máximas diante de um Maracanã completamente lotado e está fora da competição. Nas cobranças, a equipe rubro-negra errou três e não conseguiu reverter a desvantagem. 3 a 1 nas penalidades e Athletico na semifinal.

GRÊMIO POR UMA VAGA NA FINAL

Na disputa por uma vaga na final teremos o confronto entre Athletico-PR e Grêmio. Mais cedo, os gaúchos eliminaram o Bahia após vencerem por 1 a 0 na Fonte Nova. Essa é apenas a segunda vez que o Athletico chega em uma semifinal de Copa do Brasil na sua história.

MUDANÇAS NA EQUIPE

Jorge Jesus resolveu mexer na equipe do Flamengo para a partida. Em relação ao time que goleou o Goiás pelo Campeonato Brasileiro, o técnico promoveu as entradas de Cuéllar no lugar de Willian Arão e Lincoln no lugar de Bruno Henrique, que sentiu uma lesão.

LESÃO DE ARRASCAETA

E logo com quinze minutos, a torcida do Flamengo teve motivos para lamentar. O uruguaio Arrascaeta, que fez ótima partida contra o Goiás, sentiu uma lesão e pediu para ser substituído. Vitinho entrou no seu lugar. Isso porque aos sete minutos o meia havia criado uma ótima chance em cabeçada para a defesa do goleiro Santos.

PRESSÃO

O Flamengo continuava sua blitz para buscar um gol nos primeiros instantes de jogo. Com quinze minutos, a melhor chance. Rafinha cruzou para dentro da área onde estava o garoto Lincoln. Ele desviou, mas Santos, com o pé esquerdo, fez ótima defesa. O Athletico teve sua melhor chance aos 30 minutos com Rony, que chutou forte da entrada da área. A bola saiu por cima de Diego Alves.

OLHA O GABIGOL!

O jogo se mostrava complicado para o Flamengo. O Athletico marcava bem e o time não encontrava espaços na defesa adversária. Mas aí apareceu o artilheiro flamenguista na temporada. Gabigol aproveitou ótima jogada de Vitinho pela lateral e a ajeitada de Everton Ribeiro com a cabeça. O atacante pegou de primeira, sem chances para Santos. 18º gol dele em 29 jogos na temporada. O 20º na história da Copa do Brasil.

FURACÃO VIVO

Mas o Athletico não estava morto. Aos 31 minutos, Bruno Nazário deu ótimo lançamento para Rony, ele carregou em velocidade e chutou rasteiro na saída de Diego Alves. O goleiro do Flamengo chegou a tocar na bola, mas não adiantou.

NAS PENALIDADES DEU FURACÃO

O jogo foi para a decisão nos pênaltis. As duas primeiras cobranças foram desperdiçadas pela equipe carioca com Diego, chutando no meio do gol, e Vitinho, que bateu por cima. Jonathan e Lucho González fizeram para o Athletico. Cuéllar fez para o Fla e Bruno Nazário perdeu, dando esperança aos flamenguistas. Everton Ribeiro errou de novo e coube a Bruno Guimarães bater o pênalti decisivo que classificou o Athletico.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO-RJ 1 (1) X (3) 1 ATHLETICO-PR

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 17 de julho de 2019 (Quarta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Público: 69.680 presentes
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa-GO)
VAR: Igor Benevenuto de Oliveira (MG)
Gols: FLAMENGO: Gabigol, aos 16 minutos do segundo tempo AHTLETICO PR: Rony, aos 31 minutos do segundo tempo
Cartão Amarelo: Renê, Gabigol (Flamengo); Léo Pereira, Rony, Bruno Guimarães (Athletico Paranaense)

FLAMENGO: Diego Alves, Rafinha (Rodinei), Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Cuéllar, Diego, Everton Ribeiro e Arrascaeta (Vitinho); Lincoln (Berrio) e Gabigol Técnico: Jorge Jesus

ATHLETICO-PR: Santos, Jonathan, Léo Pereira, Robson Bambu e Márcio Azevedo (Lucho González); Wellington, Bruno Guimarães e Nikão (Bruno Nazário); Marcelo Cirino (Vitinho), Rony e Marco Ruben Técnico: Tiago Nunes