<
>

Barcelona faz oferta com Coutinho e Dembélé por Neymar, mas PSG considera 'ridícula', diz jornal

play
Marra comenta possibilidades de mercado de Neymar e diz o que faria se fosse Leonardo: 'Ele é funcionário do clube' (1:40)

Comentarista entende que a maioria dos clubes não tem condições de contratar o atacante (1:40)

Se Neymar voltou ao Paris Saint-Germain e reforçou seu desejo de sair do futebol francês, o brasileiro pode precisar de um esforço maior do Barcelona para voltar a defender a equipe do Camp Nou.

Segundo o jornal espanhol AS, o time catalão fez chegar, por meio de intermediários, uma proposta aos franceses, oferecendo Philippe Coutinho, Ousmane Dembélé e mais 40 milhões de euros (R$ 168,72 milhões) pelo brasileiro.

A publicação, porém, afirma que o xeque Al-Khelaifi, por mais que esteja cansado de Neymar e “esteja ansioso para perde-lo de vista”, considera a oferta “ridícula”.

O PSG não quer perder o investimento feito há dois anos, quando pagou 222 milhões de euros (R$ 936,40 milhões) da multa rescisória do jogador. Inicialmente, a ideia só seria sentar para conversar com uma oferta de 300 milhões de euros (R$ 1,26 bilhão).

O jornal destaca que o Barcelona não tem condições de fazer uma oferta de tal tamanho, já que precisou de empréstimo para pagar a multa rescisória de Griezmann. Além disso, por mais que Neymar aceite receber bem menos que os 36 milhões de euros (R$ 151,85 milhões) de salário anual líquido, a operação é impossível.