<
>

Designer que viralizou com protótipo da camisa do Corinthians venceu concurso do novo escudo do Grêmio Prudente

O Grêmio Prudente promoveu um concurso para escolher o novo escudo do time. Sob nova administração, o clube optou por 'repaginar' a marca, e além do escudo, também trocará o mascote e os uniformes para a temporada. O vencedor, um corinthiano apaixonado, não sabia da existência da competição, mas foi indicado por amigos que lembraram da sua versão para a camisa do Ayrton Senna, do Corinthians, que viralizou na internet.

O ESPN.com.br entrevistou Diogo Hora, designer gráfico especialista no ramo esportivo. Formado em propaganda e publicidade pela UniABC, o paulista entrou em contato com o esporte no começo da década. Apesar disso, não tinha nada a ver com futebol. Ele foi contratado para desenvolver o novo escudo da Federação Brasileira de Hóquei, e por causa disso, o símbolo da seleção brasileira da modalidade. O reconhecimento foi tanto que as camisas do escrete canarinho figuraram no Hall da Fama do Hockey, no Canadá.

Inserido, o designer continuou suas aventuras no mundo do esporte. Agora, no futebol, se deparou com um projeto de camiseta do Corinthians - uma homenagem para Ayrton Senna - e resolveu fazer a sua releitura. Não passava de um passatempo que envolvia sua paixão pelo clube. Corinthiano, não imaginava que as imagens do seu próprio time pudessem viralizar: "Gostaria de fazer um layout meu. Eu não esperava tamanha proporção. Saiu em sites, em grupos de torcida, uma repercussão enorme. Sei que chegou no marketing do clube, mas a que foi utilizada já estava sendo produzida pela Nike"

Essa releitura criada por Diogo abriu portas. Um colega que havia conhecido através da divulgação da camisa lhe avisou sobre a existência do concurso. "Dei uma olhada no projeto e pensei: consigo criar uma coisa legal", disse o designer sobre o desafio que seria criar o escudo de um clube o qual não tinha muita proximidade.

"Comecei a estudar, quantos times tem na cidade, como são os escudos deles". Em seu processo de criação, se deparou na internet com todos os símbolos dos times da Série A do Campeonato Brasileiro pintados de preto. Os únicos que se destacavam eram os do Corinthians e do Athletico Paranaense, que passou por reformulação no final de 2018.

"É muito parecido com o do Grêmio Barueri. O mesmo contorno, se você pintar os logos de preto, não sabe qual é qual."

Assim, deixou de lado todos os quinze modelos que tinha imaginado, prezando pela inovação: "Não tem nenhum time que a cidade abraçe. A partir daí, cancelei todas as opções que eu tinha feito, que era muito tradicional. Se eu mantiver nessa linha, não vou focar no que eu estudo, que é o marketing de diferenciação."

Diogo Hora chegou ao seu produto final, venceu o concurso e terá seu escudo como a marca do Grêmio Prudente pelos próximos anos. Para ele, o reconhecimento é importante e o mercado do futebol pode ser muito lucrativo, mas ainda não para ele: "Até então, não foi. Claro que eu tendo esse foco na criação de marcas, nichado no esporte, é uma coisa totalmente nova, pode acontecer. Tem uma possibilidade bem grande de começar a ser".

Não foi o primeiro trabalho que o designer fez, e segundo ele não será o último: "Faço para estar lá. Sem problemas para mim (...) Percebi o quanto de valor tinha agregado ao logo que eu estava construindo".

Ele ainda comparou com os projetos desenvolvidos pela Juventus, da Itália, e pelo Ahtletico-PR, que repaginaram a marca da mesma maneira que o Grêmio Prudente: "Tenho ciência de que ficou um logo tão bem desenvolvido quanto esses trabalhos, que foram muito caros. O meu eu fiz na superação. Fiz em oito dias. Foi basicamente insano, junto com meu trabalho".

O designer também participa da competição que escolherá os uniformes e depois os mascotes do clube, com início no sábado (12). Seu desenho se inspira em clubes como o Corinthians e o Real Madrid, que colocaram fotos 3x4 nos números da camiseta: