<
>

Magoou: após ficar para trás na busca de zagueiro fenômeno, Barcelona agora fala mal dele, diz jornal

play
Copa América: 'Bruxos' de Salvador arriscam palpite para Argentina x Colômbia (1:06)

Os populares ganham a vida pintando o corpo dos turistas com tinta branca e apostam em vitória hermana na estreia. (1:06)

Quem desdenha queria comprar. O ditado popular, levemente adaptado, traduz bem a atual situação do Barcelona e do zagueiro De Ligt, segundo o jornal Mundo Deportivo, da Espanha.

Alvo das catalães há muito tempo, o jogador já não é mais uma contratação certeira do clube. E isso acabou entrando na pauta das próximas eleições para a presidência blaugrana.

Isso porque dada como fechada antes de ser oficializada, a chegada era encarada como pedra de responsabilidade da campanha da situação, capitaneada por Josep Bartomeu.

Mas, agora que o negócio parece começar a fazer água, De Ligt já não é tão elogiado por aqueles que o queriam contratar. E começou a ser exaltado como um jogador indispensável pela oposição

Passou-se a dizer que há muito problemas advindos de uma possível chegada sua. Mino Raiola, seu agente, é tratado como um problema. Seu espírito de muita liderança é visto agora como uma dificuldade, já que ele poderia se queixar de ficar no banco de Piqué e Lenglet. E suas falhas na Liga das Nações também não passaram despercebidas nesta análise oportunista.

Resta saber quais serão os próximos passos dessa história. Será que a diretoria catalão vai elogiar mais do que criticar o holandês nos próximos dias?