<
>

Palmeiras vence Avaí, amplia marca no Brasileiro e retoma liderança antes da Copa América

No Allianz Parque, o Palmeiras recebeu o Avaí na noite desta quinta-feira, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro, e conquistou uma vitória tranquila por 2 a 0.

Em casa, o Palmeiras tomou conta das ações desde o momento inicial, e teve controle do jogo durante quase toda a primeira etapa, apenas correndo perigo em finalizações de longa distância do time catarinense.

Sem precisar de muita agressividade, o time de Luiz Felipe Scolari construiu a vantagem com um gol em cada tempo, saiu com a vitória e vai passar a pausa para a Copa América na liderança do Brasileirão.

Os Gols:

O primeiro gol da partida veio aos 33 minutos da primeira etapa, após lindo lançamento de Marcos Rocha da direita, Deyverson apareceu e antecipou a marcação para tocar por cobertura e vencer o goleiro Vladimir.

Marcelo de Lima Henrique, árbitro da partida, demorou para validar o lance, uma vez que o bandeirinha assinalou impedimento, mas acabou dando o gol para o Palmeiras após consultar o recurso de vídeo.

O segundo gol veio aos 21 do segundo tempo, após Dudu dividir na ponta, a zaga vacilar e Bruno Henrique receber na entrada da área e finalizar com muita categoria, ampliando o marcador.

Próximos compromissos:

O Palmeiras, que chega a 22 pontos (com uma partida a menos), retoma a liderança do Brasileiro, ultrapassando o Santos, que possui 20, e agora descansa durante a Copa América, só voltando a campo no próximo dia 10/06, pela Copa do Brasil, diante do Internacional.

Enquanto isso, o Avaí, lanterna do Brasileirão, amarga apenas 4 pontos, ainda sem vencer na competição, a quatro pontos do Fluminense, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Os catarinenses voltam ao gramado pelo Brasileiro após a Copa América, diante do Fortaleza, fora de casa, com data ainda a ser definida.

O jogo

Os primeiros minutos de jogo no Allianz Parque não refletiram a tabela de classificação. No duelo entre o líder e o lanterna, foi o Avaí quem teve as primeiras oportunidades: Caio Paulista e Matheus Barbosa arriscaram de fora da área, mas não acertaram a meta.

Foi apenas um susto, entretanto. A equipe da casa logo tomou conta do jogo e, mesmo contra um adversário fechado no campo defensivo, conseguiu criar com facilidade. Zé Rafael parou em Vladimir e Diogo Barbosa exigiu belíssima defesa do goleiro em cobrança de falta.

A equipe catarinense concentrou seu poder de marcação pelo lado onde jogava Dudu. Se o camisa 7 palestrino caísse pela esquerda, era lá que estava a maior parte dos defensores visitantes. Se fosse pela direita, o mesmo acontecia. A opção deixou o Avaí bagunçado em campo, especialmente no meio-campo.

A torcida, por sua vez, refletia o bom desempenho alviverde: mesmo contra um adversário fraco, mostrou paciência até que o Palmeiras chegasse ao gol. Após Dudu e Edu Dracena quase marcarem, o tento finalmente saiu, aos 34 minutos.

Marcos Rocha deu linda enfiada para Deyverson pelo alto. Com a bola pingando, o centroavante tocou por cima de Vladimir, o zagueiro Kundue não conseguiu impedir o lance e a bola entrou mancinha no gol. A princípio, o auxiliar marcou impedimento, mas após longa consulta ao VAR, o gol foi validado.

Bruno Henrique mata o jogo na 1ª assistência de Lucas Lima no ano

Na etapa final, o ímpeto palestrino diminuiu. A equipe de Felipão começou a administrar o resultado e a única oportunidade veio em lance de bola parada, quando Edu Dracena ficou no quase pela segunda vez no jogo.

Aos 20 minutos, Felipão chamou Moisés para o jogo. Seria o último lance de Lucas Lima em campo e o camisa 20 aproveitou bem para dar sua primeira assistência na temporada. O meia recebeu de Dudu na área e tocou para Bruno Henrique, na meia-lua. O volante dominou o lance, esperou Zé Rafael puxar a marcação, e bateu de chapa, com categoria, no canto de Vladimir.

FICHA TÉCNICA:
PALMEIRAS 2 X 0 AVAÍ

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 13 de junho de 2019
Horário: 20h (horário de Brasília)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Clovis Amaral da Silva (PE)
VAR: Adriano Milczvski (PR)
Público: 31.946 torcedores
Renda: R$ 1.895.478,65
Cartões amarelos: Lucas Lima (Palmeiras)
GOLS: PALMEIRAS: Deyverson (34/1T) e Bruno Henrique (20/2T)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique (Thiago Santos) e Lucas Lima (Moisés); Dudu (Gustavo Scarpa), Zé Rafael e Deyverson Técnico: Luiz Felipe Scolari

AVAÍ: Vladimir; Lourenço, Betão, Kunde e Igor Fernandes; Matheus Barbosa, Pedro Castro (Douglas) e Julinho e Gegê (Daniel Amorim); Caio Paulista e Getúlio (João Paulo) Técnico: Geninho