<
>

Vinicius Jr. fala em voltar ao Flamengo para ganhar Libertadores e admite gostinho especial por 'deitar' Piqué

Vinicius Jr. ainda está começando a sua promissora carreira. A dois meses de completar 19 anos, o atacante está na reta final de sua primeira temporada com o Real Madrid. De qualquer forma, isso não impede de ele já ter em mente um retorno ao Flamengo no futuro.

“Sendo jogador da base e torcedor do Flamengo, quero voltar mais para frente, depois que conquistar tudo aqui, realizar todos meus sonhos e achar que é meu momento de voltar. É claro que quero voltar e ganhar a Libertadores para a torcida do Flamengo, que sempre me acolheu muito bem”, disse o atleta em entrevista ao canal no YouTube De Sola.

O atacante ainda respondeu sobre qual estreia foi mais difícil, no Real Madrid ou Flamengo.

“No Mengão, porque ali nunca tinha jogado no profissional. Fiquei nervoso antes, e eu pensei que não ia entrar. Mas o Zé Ricardo acabou me chamando. Fui para o jogo falando: ‘Ah, vou só para curtir esse momento, porque não vou entrar'. Aí cheguei no jogo e tinha 40 mil pessoas, a torcida toda gritando meu nome. Nesse, eu entrei bem nervoso... até com a bola rolando, me embolei com a bola (risos). Estava torcendo para acabar o jogo (risos). E olha que só joguei 10min”, declarou o atacante, sobre o empate com o Atlético-MG por 1 a 1, em maio de 2017. Na ocasião, ele foi a campo aos 37min do segundo tempo.

Vinicius Junior também sentiu um frio na barriga quando teve a oportunidade de jogar em um Real Madrid x Barcelona pela primeira vez.

“Fiquei muito nervoso, ansioso, e o tempo não passava. O jogo foi às 9h da noite só (risos). Sempre é às 19h e pouco, esse foi às 21h, que é o mais tarde. A gente fica ansioso para jogar logo, mas aí acabei jogando três em menos de um mês. No terceiro já estava mais tranquilo. Aí começa o jogo, e acaba tudo”, afirmou.

Vinicius Jr. é cercado por dois jogadores, mas escapa com drible de letra

Outro assunto foi o belíssimo drible dado pelo brasileiro em Gerard Piqué pelo jogo de volta da semifinal da Copa do Rei, em 27 de fevereiro. “Só faltou sair o gol”, declarou o atacante, que evitou qualquer provocação ou empolgação com o corte dentro da área.

“Nem vi, no jogo é muito rápido, acaba não vendo, só (vi) depois nas fotos”, disse o brasileiro.

“O Piqué fez um excelente jogo até nesse jogo mesmo. É um grande jogador. A gente fica feliz de estar evoluindo e estar jogando um Real x Barça, que é um sonho de criança”, afirmou. “Sempre tem (um gostinho especial), jogar contra os melhores é sempre bom”.