<
>

Fabio Santos celebra volta por cima, após 1º tempo ruim: "Vitória da superação"

play
Maicon Bolt elogia postura de Levir no vestiário: 'Esse não é o Atlético e os jogadores que eu conheço' (1:05)

Atacante marcou o gol que iniciou a reação atleticana na partida (1:05)

Fabio Santos foi um dos protagonistas do duelo desta quarta-feira entre Atlético-MG e Zamora, válido pela terceira rodada Copa Libertadores. Após não conseguir desempenhar um bom futebol e indo para o intervalo como o principal vilão do jogo, o lateral-esquerdo deu a volta por cima na etapa complementar, marcando, inclusive, o gol do importante triunfo da equipe por 3 a 2.

Passada a partida, Fabio Santos comemorou bastante a primeira vitória do Atlético-MG na competição e comentou sobre as críticas recebidas ao longo do jogo, garantindo que isso em nenhum momento o abalou.

“É incrível como o futebol nos proporciona esse tipo de coisa. Depois daquele primeiro tempo horrível, tivemos superação, consegui fazer o gol, foi uma vitória da entrega, da superação. É complicado jogador com desconfiança, mas somos experientes, temos que saber lidar com esse tipo de coisa. A gente sabe que jogar em time grande tem esse tipo de pressão e é gostoso, ainda bem que hoje deu tudo certo”, afirmou Fabio Santos ao Fox Sports.

Mesmo com toda a pressão sobre suas costas por ter falhado no lance do segundo gol do Zamora, Fabio Santos não titubeou quando o árbitro marcou pênalti para o Atlético-MG faltando apenas dez minutos para o fim do tempo regulamentar. O lateral-esquerdo tratou de colocar a bola na marca da cal e bateu com convicção, deslocando o goleiro Graterol.

“Treino bastante, não existe isso [pressão]. Tenho que ter personalidade, já não sou mais nenhum menino. Tenho que lidar com esse tipo de situação até para dar exemplo aos mais jovens”, finalizou Fabio Santos.