<
>

Alemanha bate Holanda com gol de futebol de salão no apagar das luzes em eliminatórias da Euro

Nico Schulz, lateral da Alemanha, comemora o gol marcado contra a Holanda em partida das eliminatórias da Euro Christian Charisius/picture alliance via Getty Images

Holanda e Alemanha protagonizaram um grande jogo na Amsterdam Arena, em Amsterdã, na tarde deste domingo (24). Fora de casa, os alemães saíram na frente com Sané e Gnabry, mas De Ligt e Depay empataram para os mandantes. O gol da vitória veio do pé direito de Nico Schulz já no apagar das luzes.

O lateral-esquerdo do Hoffenheim, da Alemanha e com valor de mercado em R$ 88 milhões segundo o site especializado Transfermkt, completou uma bela jogada de pé em pé à lá futebol de salão e decidiu o duelo.

Com o resultado, a tetracampeã do mundo estreia nas eliminatórias para a Eurocopa de 2020 já somando 3 pontos e pula para a segunda colocação do grupo C. A Holanda segue com 3, mas com duas partidas, e cai para a terceira posição.

A Irlanda do Norte lidera com 6 após superar Belarus mais cedo por 2 a 1 no Windsor Park, em Belfast. A Estônia folgou nesta segunda rodada.

A próxima rodada da chave só acontece no início de junho. Alemanha, Estônia, Belarus e Irlanda do Norte jogam duas partidas cada, enquanto a Holanda descansará.

FILME REPETIDO?

Por pouco um filme infeliz para os alemães não se repetiu neste domingo.

No final de 2018, a equipe comandada por Joachim Löw recebeu a Holanda em confronto válido pela Uefa Nations League.

Já rebaixada à segunda divisão da disputa, a Alemanha abriu 2 a 0, mas viu os holandeses empatarem nos cinco minutos finais e arrancarem a classificação à próxima fase.

VAI, SCHULZ!

Desta vez, porém, Shculz salvou os alemães. Primeiro, o lateral foi à linha de fundo e serviu Sané, que abriu o placar. Minutos depois, foi a vez de Gnabry bagunçar a defesa e chutar colocado no ângulo de Cillessen, ampliando o placar com um golaço. No segundo tempo, como em 2018, a Holanda empatou com De Ligt de cabeça e, depois, com Depay.

Mas Schulz estava lá. Aos 45 minutos, ele completou bela jogada coletiva que passou de pé em pé e deu a vitória aos visitantes.