<
>

Campeão mundial pelo Inter e da Libertadores pelo Corinthians, Alex anuncia aposentadoria

play
Ex-Corinthians e Inter, Alex revela: 'Não quis me matar, mas entendi por que as pessoas se matam' (1:39)

Jogador falou sobre depressão e também sobre a situação que viveu seu companheiro Nilmar (1:39)

Campeão Mundial pelo Internacional e da Copa Libertadores pelo Corinthians, o meia Alex anunciou que encerrou a carreira, aos 36 anos. O último jogo do meia foi no dia 11 de dezembro de 2016, quando a equipe colorada empatou em 1 a 1 com o Fluminense e foi rebaixada para a Série B do Campeonato Brasileiro.

"Ah, estou aposentado. Está bom, né? Está bem construído, né?", disse Alex, aos prantos, ao Sportv.

Apesar de estar mais de dois anos sem atuar, ele ainda não havia sua aposentadoria. Ele chegou a ter conversas com o Avai, mas não fechou contrato.

Apesar de estar longe dos gramados há dois anos, Alex ainda não havia anunciado o fim da carreira. Neste período, ele chegou a conversar com o Avaí, mas as negociações não evoluíram.

"Não estou jogando... Dois anos sem jogar, hoje não vem ninguém (atrás). Até brinquei, às vezes você recebe umas mensagens no Instagram de alguns torcedores, o que é legal", contou.

Alex pode seguir no futebol, mas funções fora dos gramados.

"Dá vontade, mas o preço de ser treinador é muito alto. É um caminho que não tenho pressa. Vou esperar chegar aqueles cabelinhos brancos para o pessoal respeitar um pouco mais", relatou.

Recentemente, ele falou ao Resenha ESPN sobre a depressão que enfrentou em 2015.

“Eu tive um problema assim entre o ano passado e esse ano. Foi bravo. Você não tem controle. Eu costumo contar que, eu não tentei e nem pensei em me matar, mas eu entendo quem faz isso. Você só vê escuridão, não sente tesão em nada mais”, contou o ex-meia.

“O futebol não é fácil emocionalmente. Para mim ainda foi de uma maneira tranquila. Subi com calma para os profissionais. Tive uma carreira maravilhosa, passei por times que me receberam bem, mas você passa por uma situação que você não controla. Sucesso emocional e financeiro não traz felicidade nenhuma. Por isso que as pessoas falam que dinheiro não traz felicidade”, disse.

Revelado no Guarani, Alex passou por Internacional, Spartak Moscou-RUS, Corinthians e Al-Gharafa, do Catar.

Pelo Inter, ele venceu o Gauchão (2004, 2005, 2008, 2014, 2015 e 2016), a Libertadores (2006), o Mundial de Clubes (2006), a Recopa Sul-Americana (2007), a Copa Dubai (2008), a Copa Sul-Americana (2008) e a Recopa Gaúcha (2016).

No Corinthians, o meio-campista venceu o Brasileirão (2011) e a Libertadores (2012).