<
>

Bolt na Champions League? Time europeu faz proposta para ter o jamaicano por dois anos

Usain Bolt pode estar perto de ir para a Europa. E ele pode pintar até na Champions League.

Fontes da ESPN confirmam que o jamaicano do Central Coast Mariners recebeu uma proposta de dois anos de um clube do Velho Continente que briga para disputar a maior competição europeia de clubes.

Posteriormente, o clube maltês confirmou à ESPN que fez uma proposta de dois anos por Bolt.

"Um campeão é sempre bem-vindo e, no Valetta FC, acreditamos que nada é impossível", afirmou o CEO, Ghasston Slimen.

Bolt, oito vezes medalhista olímpico, chamou atenção do mundo do futebol quando marcou dois gols em amistoso de pré-temporada na Austrália, contra o Macarthur South West United.

O empresário Tony Rallis, que representa Bolt enquanto ele está na Oceania, confirmou a informação para a ESPN. "Há um clube na Europa que ofereceu um acordo de dois anos, eles estão conversando com os novos donos, que esperam brigar por uma vaga na Champions League."

O clube interessado segue um mistério, mas os Mariners já tiveram relação com São Paulo, Sheffield United (Inglaterra) e Ferencvaros (Hungria).

Os Mariners também têm parceria com o Everton para o desenvolvimento de jogadores, assim como com o Balzan FC do futebol maltês.

O atacante sérvio Andrija Majdevac, que joga pelo Balzan em Malta, treinou com Bolt na Austrália esteve em campo na primeira partida do jamaicano, contra uma seleção da Central Coast.

Bolt se aposentou do atletismo em 2017, e já treinou com o Borussia Dortmund. Ele sempre deixou clara a sua vontade de se tornar um jogador profissional de futebol.

Executivo dos Mariners, Shaun Mielekamp disse à ESPN que ainda é cedo para saber se o clube australiano fechará um contrato permanente com o atleta de 32 anos.