<
>

Com Messi, Cristiano Ronaldo e brasileiros coadjuvantes; estudo aponta jogadores com melhor desempenho no trimestre

Com a reta final da temporada europeia e, consequentemente, a proximidade da próxima Copa do Mundo, cresce a atenção sobre o rendimento dos jogadores que farão parte das seleções no evento esportivo mais esperado do ano - normalmente com destaque para os principais nomes do futebol mundial.

A partir disso, o observatório suíço especializado em futebol CIES fez um levantamento do rendimento dos jogadores que atuam nas cinco principais ligas da Europa (Premier League, Bundesliga, LaLiga, Italiano e Francês) no último trimestre em suas respectivas posições.

Metodologia

Baseado em seis quesitos, divididos para englobar todas as posições, como defesa (Recuperação e Rigor), meio-campo (Distribuição de Jogo e Criação de Chances) e ataque (Chute e Tomada de Decisão), cada item contém sub-tópicos que os compõem, para garantir que os critérios sejam os mais adequados para analisar como os jogadores auxiliam suas equipes a vencer partidas e, assim, medir suas performances nos clubes.

Além dos critérios, os resultados obtidos pelo clube quando os atletas atuaram também foi considerado como um peso na análise, agregando ou diminuindo as pontuações finais de cada jogador.

Goleiro

Titular do Tottenham desde a temporada 2012/2013, Hugo Lloris é unanimidade na equipe do norte de Londres. No trimestre, o arqueiro francês sofreu apenas 5 gols na Premier League, com um percentual de defesas de 78% dos chutes que vão ao gol dos Spurs, além de 6 partidas sem sofrer gols, contribuindo para a sequência de 12 partidas de invencibilidade da equipe no campeonato nacional.

Brasileiro melhor colocado, Alisson é o segundo melhor na posição. O titular da Roma e goleiro de confiança de Tite na seleção brasileira, o arqueiro sofreu 12 gols no período, mas contribuiu com 80% de defesas nos chutes que vão ao gol da equipe italiana, sem sofrer gols em 4 partidas e contribuindo decisivamente para a terceira posição do time na tabela.

Completam a lista dos cinco primeiros nomes: Aréola, do PSG; o brasileiro Ederson, do Manchester City; e Pepe Reina, do Napoli.

Lateral

Titular na lateral do Napoli, o português Mário Rui lidera a análise na posição. Na equipe italiana desde 2016, o jogador é responsável por dois gols e duas assistências no trimestre, além de um percentual de 79% de desarmes e quatro interceptações, contribuindo para a equipe napolitana sofrer apenas quatro gols no período.

Titulares do Brasil, Daniel Alves e Marcelo aparecem apenas na sétima e oitava posições, respectivamente. Completam a lista dos cinco primeiros: Carvajal, do Real Madrid; Walker, do Manchester City; Jordi Alba, do Barcelona; e Davies, do Tottenham.

Zagueiro

Outro pilar da zaga do Napoli, Koulibaly também é presença certa na Copa do Mundo. Titular da seleção de Senegal, o zagueiro lidera entre os defensores centrais, com destaque para a força de seu jogo aéreo, estatística na qual possui 63% de bolas ganhas. Além disso, ele contribui para a equipe com cinco interceptações, oito desarmes e 33 bolas afastadas.

Outro brasileiro a figurar entre os cinco primeiros da posição, Thiago Silva aparece na quarta colocação entre os zagueiros. Titular e capitão do PSG, o camisa 2 é responsável por ganhar 21 bolas aéreas, com um percentual de 72%, além de 9 interceptações, 12 chutes bloqueados e 44 bolas afastadas, voltando à vestir a camisa da seleção com o treinador Tite.

Completam a lista dos zagueiros: Sánchez, do Tottenham; Otamendi, do Manchester City; e Albiol, do Napoli.

Volante

Campeão do mundo pela seleção alemã em 2014, Kroos segue sendo um dos principais volantes do futebol mundial. No trimestre, o jogador criou 23 chances de gol para os companheiros de Real Madrid, com um percentual 91% de passes completos, dois gols e cinco assistências, garantindo a liderança na sua posição.

Completam a lista dos cinco primeiros: Dembélé, do Tottenham; Rakitic, do Barcelona; Zambo, do Olympique de Marselha; e Biglia, do Lazio. O brasileiro Fernandinho, volante do City, aparece na sexta colocação na análise do estudo.

Meia

Presença carimbada na Copa da Rússia com a seleção da Dinamarca, Eriksen vêm se destacando na campanha do Tottenham na Premier League. O meia, de 26 anos, é responsável por criar 26 chances aos companheiros, além de ter dois gols marcados e cinco assistências no trimestre. Além disso, ele contribui no momento defensivo da equipe londrina com doze interceptações e cinco roubadas de bola, garantindo a liderança entre os meias.

Completam os cinco primeiros: Hamsik, do Napoli; Gündogan, do Manchester City; Draxler, do PSG; e Oxlade-Chamberlain, do Liverpool. Contratado pelo Barcelona nesta temporada e presença constante nas convocações de Tite, Paulinho aparece na décima colocação da lista.

Ponta

Incontestável na posição, Lionel Messi lidera entre os pontas. Com dez gols marcados e seis assistências no trimestre, o astro argentino ainda contribuiu com 29 chances criadas e 30 chutes no gol, um percentual de 56% de acerto ao gol por arremate. Com isso, Messi auxiliou o Barcelona a abrir vantagem na liderança do Campeonato Espanhol e praticamente assegurar o título da competição.

Completam os cinco primeiros: Salah, do Liverpool; Çalhanoglu, do Milan; Son, do Tottenham; e Suso, do Milan. Na sexta colocação, Philippe Coutinho é o único brasileiro presente na posição dentre os jogadores destacados pelo estudo.

Atacante

Completando a lista, Cristiano Ronaldo aparece como melhor atacante segundo os quesitos do estudo. Após um começo irregular de temporada, o português vêm recuperando a forma, contribuindo com 18 gols e três assistências no Real Madrid, além de 13 chances criadas e 41 chutes no gol, com um percentual de 53% de acerto, mostrando crescimento na reta final da preparação para o Mundial.

Completam a lista dos cinco primeiros: Higuaín, da Juventus; Kane, do Tottenham; Griezmann, do Atlético Madrid; e Agüero, do Manchester City.