<
>

Por que número que Richarlison usará no Tottenham deixará Tite feliz com seus planos para a Copa do Mundo

play
Após Tite declarar que vê Richarlison como centroavante, atacante usará camisa 9 no Tottenham; veja (0:18)

Treinador brasileiro havia dito que jogador tinha uma força incrível para a posição (0:18)

Tottenham comunicou nesta terça-feira (5) que Richarlison usará a camisa 9 dos Spurs


Nesta terça-feira (5), o Tottenham comunicou que o atacante Richarlison, recém-contratado do Everton, usará a camisa 9 dos Spurs.

O famoso algarismo estava vago desde a temporada 2020/21, quando foi vestido por Gareth Bale durante empréstimo do Real Madrid.

Anteriormente, nomes como Vincent Janssen, Roberto Soldado, Roman Pavlyuchenko e Dimitar Berbatov também usaram esse uniforme.

A novidade certamente deixará o técnico da seleção brasileira, Tite, feliz.

Em entrevista recente à rádio CBN, o treinador admitiu que vê Richarlison como jogador com mais "cara de camisa 9" do elenco que pretende levar para a Copa do Mundo de 2022.

"Para mim, (o jogador do plantel com mais 'cara de 9') é o Richarlison. Ele tem um pouquinho de (estilo de jogador de) lado, que ele usou tanto no Fluminense. Eu fico lembrando sempre do (técnico) Abel (Braga), porque ele veio numa convocação depois que o Pedro machucou. E numa conversa com o Abel, ele me disse assim: 'Tite, ele tem uma força incrível. Se precisar de 9, ele consegue'', recordou Tite.

Um dos destaques da última edição da Premier League pelo Everton, Richarlison assinou contrato válido por cinco temporadas com o Tottenham.

Ele foi anunciado pelos Spurs na última sexta-feira (1º). Segundo apurou a ESPN, a chegada do brasileiro ao clube deverá render até 60 milhões de libras (cerca de R$ 380 milhões) aos cofres dos Toffees: 50 milhões de libras (R$ 317 milhões) fixos e mais 10 milhões de libras (R$ 63 milhões) em gatilhos por metas de desempenho.

Aos 25 anos, Richarlison anotou 10 gols e deu cinco assistências em 30 jogos do Campeonato Inglês na última temporada, ajudando o clube a evitar um inédito rebaixamento ao fechar a competição no 16º lugar.

Com a camisa da seleção, o atacante faturou a Copa América (2018/19), a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio, além de ter sido o artilheiro do torneio com 5 gols marcados.