<
>

Estrela solitária ou 'mais um' em elenco recheado? Onde e como Cristiano Ronaldo se encaixaria nos 3 times que querem tirá-lo do United

play
Cristiano Ronaldo dança música que estourou no Brasil e vira febre nas redes sociais; assista! (0:07)

Jogador do Manchester United curte férias após término da Premier League e da Uefa Nations League (0:07)

Chelsea, Bayern de Munique e Napoli querem tirar Cristiano Ronaldo do Manchester United


No último sábado (2), Cristiano Ronaldo fez um pedido oficial à diretoria do Manchester United para deixar o clube.

Segundo apurou a ESPN, ele não pretende disputar a Europa League com os Red Devils e quer jogar a Champions League com outro clube.

De acordo com fontes ouvidas pela reportagem, há três interessados sérios no futebol do português: Chelsea, Bayern de Munique e Napoli - todos já classificados para a próxima Liga dos Campeões.

Mas será que CR7 encaixaria bem nessas equipes? Ele chegaria para ser titular absoluto ou seria "só mais um" em um elenco já recheado?

Veja os cenários em cada time:

Chelsea

Se for para o Chelsea, Ronaldo terá como principais concorrentes no ataque o alemão Timo Werner e o belga Michy Batshuayi.

Ambos não gozam de grande prestígio no clube: Werner só fez 11 gols na última temporada, enquanto Batshuayi estava emprestado ao Besiktas.

Em um ataque em que nem mesmo Romelu Lukaku funcionou, os Blues passaram boa parte do ano improvisando o meia Kai Havertz como "falso 9".

Com isso, Cristiano teria grandes chances de chegar a Stamford Bridge para ser titular absoluto no comando de ataque, como vinha sendo no United.

Ao lado dele, o técnico Thomas Tuchel poderia optar por usar meias como Havertz, Pulisic e Mount para abastecer o português, que seria a referência.

Bayern de Munique

Se optar por atuar no Bayern, Ronaldo terá uma definição melhor de sua situação quando souber se Robert Lewandowski ficará no campeão da Bundesliga ou irá para o Barcelona.

Caso o polonês de fato deixa Munique, o luso teria tudo para ser o "herdeiro" da vaga de centroavante titular, já que seu único concorrente seria o apenas mediano Choupo-Moting.

Com isso, os bávaros poderiam escalar um ataque com Ronaldo, Sadio Mané e Leroy Sané, por exemplo, com Thomas Müller jogando na linha logo atrás.

No entanto, se no final das contas Lewandowski ficar, CR7 pode até atuar como winger, como fez no início da carreira e em alguns momentos da última temporada.

Neste caso, o polonês jogaria mais centralizado, enquanto o português cairia pelas pontas, passando a brigar pela titularidade com Mané, Sané e Coman.

Napoli

Caso reforce o Napoli, Cristiano Ronaldo teria que brigar por posição com o nigeriano Victor Osimhen.

O africano vem de excelente temporada em 2021/22, com 18 gols em 32 partidas pela equipe - e ainda tendo perdido vários jogos após sofrer uma grave fratura na face.

Neste caso, CR7 poderia ver como mais fácil brigar por uma vaga como ponta, já que o Napoli agora não tem mais o ídolo Lorenzo Insigne, que foi para o Toronto FC.

Nessa situação, seus principais concorrentes seriam Hirving Lozano e Matteo Politano, além dos meias Elijif Elmas e Adam Ounas, que muitas vezes atuam pelos lados.

Vale lembrar que, em sua passagem pelo futebol italiano, Ronaldo atuou como centroavante e winger pela Juventus.