<
>

Corinthians vence Goiás com gol de pênalti polêmico e alcança o Palmeiras na liderança do Brasileirão

Na Neo Química Arena, o Corinthians venceu o Goiás por 1 a 0, pela 13ª rodada


E o Corinthians alcançou o líder Palmeiras na tabela do Brasileirão. Neste domingo (19), na Neo Química Arena, o Timão recebeu o Goiás pela 13ª rodada e venceu por 1 a 0. O gol solitário do jogo foi anotado por Fabio Santos, de pênalti, ainda no primeiro tempo, em lance que gerou polêmica e teve muita reclamação dos atletas rivais.

O Corinthians foi literalmente 'dono' do primeiro tempo, apesar de o placar não ter sido elástico. Foram 11 finalizações, contra apenas 3 do Goiás, que para se defender do domínio alvinegro se fechou totalmente em campo.

E o único gol da partida saiu no fim da primeira etapa. Aos 30 minutos, o árbitro assinalou toque de mão dentro da área de Caio Vinicius após finalização de Róger Guedes e marcou pênalti favorável para o Corinthians.

A marcação gerou polêmica, com os jogadores do Esmeraldino reclamando bastante do pênalti, alegando que a bola bateu no pé de Caio, e não no braço.

Na cobrança, Fabio Santos bateu bem, deslocando o goleiro Tadeu, e fez 1 a 0 para o Timão.

No segundo tempo, o técnico Vítor Pereira ganhou uma preocupação no time. Aos 24 minutos, Gil sentou a coxa esquerda e pediu para ser substituído. No seu lugar entrou Robson Bambu.

E foi exatamente o substituto de Gil que protagonizou mais um lance polêmico. Aos 29 minutos, o atacante Pedro Raul reclamou de pênalti alegando ter sido puxado dentro da área pelo zagueiro.

Após revisão do VAR, porém, o árbitro mandou o jogo seguir.

Nos minutos finais, o Goiás pressionou o Corinthians no ataque, sobretudo na jogada aérea, mas não conseguiu marcar, deixando a cidade de São Paulo sem nenhum ponto somado.

Situação do campeonato

Com a vitória, o Corinthians foi a 25 pontos na tabela e alcançou a pontuação do Palmeiras, mas permanece na vice-liderança do Brasileirão por conta do saldo de gols maior do Alviverde, que segue na ponta (+16 contra +7, do Timão). O número de vitórias dos dois rivais é o mesmo (7).

O Goiás, por sua vez, segue com 14 pontos e em 16° na tabela da competição, podendo voltar à zona de rebaixamento dependendo dos demais resultados da rodada. A distância para o rival e 17° colocado, Atlético-GO, é de apenas um ponto, e os rubro-negros ainda têm um jogo a menos.

Presença ilustre em Itaquera

Técnico da seleção brasileira e ex-comandante do Corinthians, o técnico Tite se fez presente na Neo Química Arena para acompanhar o confronto. Não se sabe, porém, se o treinador marcou presença para observar algum atleta em especial.

Em um dos camarotes da casa corintiana, quem esteve ao seu lado foi César Sampaio, auxiliar técnico de Tite na seleção.

Tite é um dos técnico mais vitoriosos da história do Timão, com seis títulos conquistados, incluindo o da Conmebol Libertadores e Mundial de Clubes, em 2012.

Próximos jogos

Pela Copa do Brasil, o Corinthians volta a campo na próxima quarta-feira (22), a partir das 21h30, para o jogo de ida das oitavas de final em clássico contra o Santos, na Neo Química Arena.

No mesmo dia e pela mesma competição, o Goiás encara o Atlético-GO em clássico, fora de casa, pelo jogo de ida das oitavas, a partir das 19h, no Estádio Antônio Accioly.

Ficha técnica

Corinthians 1 x 0 Goiás

GOLS: Corinthians: Fabio Santos (34' 1°T pen.)

CORINTHIANS: Cássio; Rafael Ramos, Gil, Raul Gustavo e Fábio Santos; Du Queiroz, Cantillo, Adson, Renato Augusto e Mantuan; Róger Guedes. Técnico: Vítor Pereira

GOIÁS: Tadeu; Dieguinho, Da Silva, Yan Souto e Juan Pablo; Maguinho, Auremir, Caio Vinicius e Dadá Belmonte; Pedro Raul e Vinicius. Técnico: Jair Ventura.