<
>

Tetracampeão, Guardiola supera títulos nacionais por Barcelona e Bayern e só fica atrás de Ferguson na Premier League

Treinador espanhol conquistou seu 4º título inglês pelo Manchester City e deixa nomes históricos da liga para trás em ranking


O título do Manchester City na Premier League conquistado de forma emocionante neste domingo (22), após virada sobre o Aston Villa, colocou ainda mais o nome de Pep Guardiola na história.

Em sua sexta temporada no Etihad Stadium, o espanhol conquistou o Campeonato Inglês pela quarta vez. Ele foi campeão também em 2017/18, 2018/19 e 2020/21 antes de levantar o troféu novamente agora, em 2021/22.

Já é mais do que ele ganhou nos tempos de Barcelona e Bayern de Munique, nos quais foi tricampeão nacional.

Na Espanha, Pep venceu LaLiga em 2008/09, 2009/10 e 2010/11, perdendo o título em 2011/12 para o Real Madrid; já na Alemanha, ele abocanhou outro tricampeonato seguido, em 2013/14, 2014/15 e 2015/16.

Outra marca de respeito atingida por Guardiola é referente à história da Premier League. Desde a criação da liga, em 1992, somente um treinador ganhou mais do que três vezes o título: ninguém mais ninguém menos que Alex Ferguson.

Ferguson, é verdade, ganhou bem mais vezes o cobiçado troféu. Foram 13 conquistas pelo Manchester United até se aposentar: 1992/93, 1993/94, 1995/96, 1996/97, 1998/99, 1999/2000, 2000/01, 2002/03, 2006/07, 2007/08, 2008/09, 2010/11 e 2012/13.

Até Guardiola chegar ao quarto título, quem chegava mais perto de Ferguson era José Mourinho, tricampeão pelo Chelsea em 2004/05, 2005/06 e 2014/15, e Arsène Wenger, outro com três títulos, em 1997/98, 2001/02 e 2003/04, todos pelo Arsenal.

É praticamente impossível alguém, mesmo Guardiola, alcançar o número de títulos ingleses de Ferguson. O espanhol tem contrato com o City por mais uma temporada, mas discute a possibilidade de estender o vínculo até 2025, em movimento parecido com o de Jürgen Klopp no Liverpool.

Se isso se concretizar, é mais tempo para Pep diminuir a distância para Sir Alex e ficar cada vez mais imortalizado nos recordes da Premier League.