<
>

Champions League: Marcelo e Casemiro podem igualar Cristiano Ronaldo e outras lendas e ficar atrás apenas de um ídolo do Real Madrid

play
Liverpool e Real Madrid protagonizam final mais repetida da história da Champions; relembre outros duelos (0:56)

Equipes se encontram pela terceira vez na decisão do torneio, e se isolam entre os confrontos (0:56)

Marcelo e Casemiro podem igualar lendas do futebol como Di Stéfano, Maldini e Cristiano Ronaldo


Caso o Real Madrid derrote o Liverpool na final da Champions League, neste sábado, a dupla Marcelo e Casemiro irá se igualar a nomes como Alfredo Di Stéfano, Paolo Madini, Cristiano Ronaldo e outros seis atletas. Os brasileiros poderão chegar a quinta conquista do torneio continental, após vencerem em 2014, 2016, 2017 e 2018.

Os jogadores inclusive já fizeram gols em decisões anteriores da competição. Em 2014, Marcelo balançou as redes na goleada por 4 a 1 contra o Atlético de Madrid durante a prorrogação. Casemiro deixou sua marca na vitória por 4 a 1 sobre a Juventus, em 2017.

Além de Marcelo e Casemiro, outros jogadores do atual time merengue poderão chegar a cinco troféus: Gareth Bale, Karim Benzema, Dani Carvajal, Isco e Luka Modrić. Todos eles estiveram junto com os brasileiros nas conquistas anteriores.

Já Toni Kross, que também pode faturar o quinto título, venceu em 2013 pelo Bayern de Munique e depois foi tricampeão pelo Real em 2016, 2017 e 2018.

Caso derrotem o Liverpool, ficarão atrás apenas de Paco Gento, único jogador na história com seis conquistas do torneio - quando ainda se chamava Copa dos Clubes Campeões Europeus. O ídolo do Real Madrid venceu em 1956, 1957, 1958, 1959, 1960 e 1966. Ele era um dos craques do time que foi considerado o maior do século XX no futebol europeu.

Cinco Taças

Outros colegas de Gento na equipe merengue venceram cinco taças de forma seguida (1956, 1957, 1958, 1959 e 1960). Casos de Alfredo Di Stéfano, uma das maiores lendas do clube, Héctor Rial, Juan Alonso, Juan Santiesteban, Marquitos, Rafael Lesmes e José María Zárraga.

Dos anos dourados do Milan na "era Silvio Berlusconi", uma dupla de defensores fez história na Liga dos Campeões: Alessandro Costacurta e Paolo Maldini. Os italianos faturaram a competição em 1989, 1990, 1994, 2003 e 2007.

Dos cinco títulos conquistados por Cristiano Ronaldo, um foi pelo Manchester United (2008) e quatro pelo Real Madrid (2014, 2016, 2017 e 2018). O português é o maior vencedor da competição desde que ela passou a se chamar Uefa Champions League, na temporada 1992/93.