<
>

Edenilson se pronuncia após acusação de racismo em Internacional x Corinthians: 'Eu sei o que ouvi'

play
'O Edenilson tomou a decisão de fazer a denúncia para que isso não se repita', diz presidente do Inter (2:18)

Durante o empate em 2 a 2 entre Internacional e Corinthians no Beira-Rio pela 6ª rodada do Brasileirão, o volante Edenílson relatou que o lateral português Rafael Ramos cometeu um ato de racismo contra ele na segunda etapa. (2:18)

Edenilson confirmou sua versão sobre o ocorrido com Rafael Ramos e se desculpou por ‘não estar preparado para reagir a algo desse tipo’


Na noite deste sábado (14), Edenilson se pronunciou publicamente pela primeira vez desde o caso de suposta injúria racial com o lateral Rafael Ramos durante o empate entre Internacional e Corinthians pelo Campeonato Brasileiro.

Em nota publicada nas redes sociais, Edenilson confirmou sua versão sobre o ocorrido – o volante colorado relatou ao árbitro Bráulio da Silva Machado que foi chamado de ‘macaco’ pelo jogador do Corinthians. Além disso, ele explicou por que não pediu pela interrupção da partida e se desculpou por ‘não estar preparado para reagir a algo desse tipo’.

"Boa noite, pessoal. Passando aqui apenas para me pronunciar. Eu sei o que ouvi. Realmente eu não reagi provavelmente da forma que deveria, pois foi a primeira vez que isso aconteceu comigo e me incomoda o fato de ficar chamando atenção de outra forma que não seja jogando futebol (quem me conhece sabe)".

"Ser xingado pelo tom da minha pele, minha reação foi a de não paralisar a partida, pois o jogo estava bom e ao mesmo tempo eu não queria que tomasse a proporção que tomou justamente por nunca ter passado por isso. Eu procurei o atleta para que ele assumisse e me pedisse desculpas, afinal todos erramos e temos o direito de admitir, no meu modo de ver as coisas. Mas o mesmo continuou a dizer que eu havia entendido errado. Eu não entendi errado".

"O procurei pelo respeito que tenho por alguns integrantes do Corinthians, e para que ele pudesse ter uma chance de se redimir. Pois independente da nossa cor, o caráter sempre falará mais alto. Enfim, peço desculpas por não estar preparado para reagir a algo desse tipo".