<
>

Conmebol concede direitos de Libertadores, Sul-Americana e Recopa à Disney no Brasil

Conmebol fechou com a The Walt Disney Company Latin America no Brasil os direitos de transmissão de Conmebol Libertadores, Sul-Americana e Recopa de 2023 até 2026


A Conmebol concedeu à The Walt Disney Company Latin America os direitos de transmissão de 2023 até 2026 dos torneios de futebol continental que mais atraem a atenção do público no continente: de Conmebol Libertadores, Conmebol Sul-Americana e Conmebol Recopa Sul-Americana, com a participação dos melhores clubes dos dez países que fazem parte da Confederação Sul-Americana de Futebol.

“Nosso objetivo estratégico é oferecer o conteúdo mais relevante de forma contínua e estável em todas as nossas ofertas de entretenimento. Neste caso, estamos orgulhosos de apresentar a melhor oferta esportiva em nossas telas", afirmou o presidente da The Walt Disney Company Latin America, Diego Lerner.

"Com este acordo sem precedentes, ofereceremos a Conmebol Libertadores no canal linear ESPN e em nossa plataforma digital Star+, reforçando nosso compromisso de oferecer conteúdo relevante ao nosso público e permanecer na vanguarda do esporte no Brasil, na América Latina e no mundo”, completou Lerner.

No auge das competições internacionais mais importantes, os olhos do universo do futebol estão voltados para o que acontece em cada temporada da Conmebol Libertadores, cujas emoções são 100% refletidas no canal linear ESPN e na plataforma digital Star+, com a qualidade de produção e imagem que caracteriza suas transmissões.

Os melhores times de cada campeonato local em Argentina, Bolívia, Brasil, Equador, Chile, Colômbia, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela são recompensados por suas excelentes campanhas com a qualificação para a próxima edição da Conmebol Libertadores.

Da mesma maneira, os vencedores das edições da Conmebol Libertadores e Conmebol Copa Sul-Americana se enfrentarão no aguardado jogo da Conmebol Recopa, que, em virtude deste acordo, também poderá ser assistido com exclusividade no canal linear ESPN e na plataforma digital Star+.