<
>

Com volta de Rodrigo Caio e gol de joia de R$ 540 milhões, Flamengo vence sem dificuldade e se classifica na Copa do Brasil

O Flamengo garantiu sua classificação na Copa do Brasil com nova vitória em cima do Altos


O Flamengo está nas oitavas de final da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (11), o Rubro-Negro recebeu o Altos no estádio Raulino de Oliveira pela terceira fase e venceu por 2 a 0, com gols de Gabigol, de pênalti, e Victor Hugo.

No primeiro tempo, o domínio do time carioca foi amplo, mas nomes como Marinho e Lázaro pararam no goleiro ou em chutes para fora.

O gol saiu no início da segunda etapa, pouco depois de Pedro acabar desperdiçando chance em que driblou o goleiro. Aos 12 minutos Lázaro foi derrubado dentro da área, e uma penalidade foi marcada. Na cobrança, Gabigol não desperdiçou.

Aos 40 minutos, Rodinei cruzou na área, e o jovem Victor Hugo, que entrou na segunda etapa, subiu mais do que a defesa para cabecear para as redes. O garoto já possui multa rescisória de 100 milhões de euros (cerca de R$ 540 milhões).

Situação do campeonato

O Fla se classificou com duas vitórias, depois de vencer, de virada, por 2 a 1 no Piauí. A equipe aguarda a definição de seu adversário nas oitavas, que se dará em sorteio.

O retorno de Rodrigo Caio

159 dias depois de sua última partida pelo Fla, Rodrigo Caio iniciou a partida contra o Altos como titular. No gol, Gabigol fez questão de ir até o defensor para comemorar.

Ele não perde

Gabigol chegou a 32 pênaltis convertidos com a camisa do Flamengo em 34 cobranças feitas, seja no tempo regulamentar ou em disputas de penalidades. O centroavante possui um aproveitamento de 94,1%.

Próximos jogos

No final de semana, o Flamengo volta a concentrar sua atenção na disputa do Brasileirão, em que enfrenta o Ceará, fora de casa, no sábado (14), às 16h30 (de Brasília).

Ficha técnica

Flamengo 2 x 0 Altos

GOLS: Gabigol e Victor Hugo (FLA)

FLAMENGO: Hugo; Rodinei, Rodrigo Caio (Pablo), Léo Pereira e Marcos Paulo (Matheuzinho); Thiago Maia (Pedro), João Gomes e Diego Ribas; Lázaro (Arrascaeta), Marinho (Victor Hugo) e Gabigol. Técnico: Paulo Sousa

ALTOS: Marcelo; Júlio Ferrari (Mosquito), Fábio Aguiar, Lucas Souza e Dieyson; Marconi, Sousa Tibiri e Diego Viana (Marcos Aurélio); Eliélton (Lucas Campos), Manoel (Danillo Bala) e Betinho (Dico). Técnico: Francisco Diá