<
>

Como 'loucura' da torcida do Inter fez D'Alessandro voltar atrás e dizer não à proposta 'irrecusável': 'Estava prestes a aceitar'

play
'Espero que eu tenha deixado alguma coisa para vocês': D'Alessandro se emociona após último jogo; VEJA (2:26)

Via: SC Internacional | Colorado venceu o Fortaleza na despedida do meia (2:26)

Ex-meia revelou que recebeu uma proposta da China em 2011 que o balançou e, por muito pouco, não o fez deixar o Internacional


Contratado pelo Internacional em 2008, Andrés D'Alessandro demorou pouco tempo para entrar para a galeria de ídolos do clube gaúcho. Em três anos, o meia argentino já havia conquistado títulos como o da Copa Sul-Americana, Conmebol Libertadores e Gauchão, e o seu desempenho pelo Colorado rapidamente despertou o interesse de outros times.

E segundo o ex-meia, que se aposentou dos gramados com a camisa do Inter no último dia 17 de abril, no Beira-Rio, em 2011 ele por muito pouco não trocou o clube gaúcho pela China. E a proposta era muito boa financeiramente.

À época, D'Ale havia sido eleito o 'Rei da América' há pouco tempo após o título da Libertadores e era um dos jogadores de maior destaque no futebol brasileiro. E ele só não aceitou a oferta por conta de uma 'loucura' feita pela torcida colorada na porta da sua casa.

"Em 2011, eu lembro e a minha família se lembra muito bem...Eu tinha uma proposta da China, dois anos de contrato. Eu lembro que à 1h da manhã, lá no condomínio apareceu a torcida, 200, 300 pessoas. A Popular, Nação Independente, Camisa 12 se uniram, eu já estava prestes a aceitar a proposta, porque obviamente o futebol da China naquele momento não era a liga mais importante, mas economicamente e na idade que eu tinha, era uma possibilidade para a família muito boa", começou por dizer, em entrevista ao programa Bem,Amigos!.

"O porteiro me chamou 'tem uns loucos aqui embaixo, estão acordando todo mundo, você pode descer?'. Eu não sabia o que estava acontecendo, desci e tinha a torcida do Inter. Depois disso, teve o jogo que a torcida cantou para que eu ficasse, obviamente, depois o Inter renova o meu contrato, faz um esforço e eu decido ficar porque, obviamente, não fiquei ganhando o que ganharia na China, mas era muito importante", complementou.

Após a renovação de contrato, D'Alessandro permaneceu no Inter até 2016, quando passou um ano por empréstimo no River Plate. Em seguida, teve uma segunda passagem pelo Colorado, entre 2017 a 2020. A terceira e última vez que vestiu a camisa do clube foi no início deste ano, quando voltou para encerrar a carreira.