<
>

Daniel Alves diz que chegou 'ao limite' no São Paulo e dispara: 'Abelha não tem tempo de ensinar a mosca que mel é melhor que m***'

Daniel Alves soltou frases de efeito sobre o São Paulo em documentário divulgado nesta terça-feira (12) pela Fifa


Em documentário divulgado nesta terça-feira pelo canal de streaming Fifa+, o lateral-direito Daniel Alves, do Barcelona, lembrou seus últimos dias no São Paulo e disparou contra a diretoria do clube, dizendo que chegou ao seu "limite".

Segundo o veterano, ele decidiu deixar o futebol europeu e ir para o Tricolor, que é seu time de coração desde a infância, para "realizar um sonho".

No entanto, resultados decepcionantes em campo e vários problemas de bastidores, como atrasos em seu salário milionário, foram mudando sua cabeça ao longo do tempo.

"Fui vivendo várias fases no São Paulo, que foram me desacreditando que valeria a pena estar no clube. Tomei a decisão de ir para o São Paulo para realizar um sonho e pensando que poderíamos construir alguma coisa juntos", lamentou.

Quando os atrasos salariais atingiram valores estratosféricos, o jogador atingiu seu "limite".

"Planejamos isso, mas começou a falhar a estratégia que tinham me convencido a vir. Eu cheguei no meu limite, entendeu? Essa é a real, chegou no meu limite", disparou.

No documentário, Daniel também revelou que começou a definir sua saída do São Paulo durante a disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio, no meio de 2021.

Na ocasião, ele foi um dos destaques da conquista da medalha de ouro com a seleção brasileira, ao mesmo tempo que desfalcava o São Paulo em jogos decisivos no Brasil e convivia com os atrasos salariais.

"Comecei a pensar muito se nos estávamos fazendo bem, porque quando você começa a viver lindos momentos, em lugares diferentes, você começa a comparar uma coisa boa e uma coisa ruim. Aí você fala: 'Cara, a abelha não tem tempo de ensinar a mosca que mel é melhor que m***'", filosofou.

Alves ainda defendeu o Tricolor contra o Palmeiras, na Libertadores, contra o Sport, pelo Brasileirão, e fez sua despedida contra o Fortaleza, pela Copa do Brasil.

Em seguida, ele rescindiu seu contrato com o time do Morumbi, em setembro de 2021, e anunciou que não jogaria em outra equipe no Brasil.

Dois meses depois, ele acertou com o Barcelona, fazendo sua reestreia pela equipe do Camp Nou em janeiro deste ano.