<
>

Espanha domina, leva gol bizarro, mas acha vitória contra a Albânia no fim em pintura de Olmo na volta à Catalunha após 20 anos

Espanha bateu a Albânia no Estádio Cornellà-El Prat, gols de Ferran Torres e Dani Olmo


Já classificada para a Copa do Mundo do Catar, a Espanha entrou em campo neste sábado (26) para encarar a Albânia. Jogando em Barcelona, a Fúria dominou, demorou para achar o gol contra o frágil adversário, tomou o empate no fim em trapalhada da zaga, mas contou com golaço de Olmo e venceu por 2 a 1.

A partida marcou o retorno da seleção à Catalunha. O time nacional se afastou da região por 20 anos devido aos movimentos políticos de independência da comunidade autônoma.

O confronto, no entanto, não foi disputado no Camp Nou, casa do Barcelona e onde Luis Enrique atuou como jogador e técnico. O jogo foi realizado na casa do Espanyol, no Estádio Cornellà-El Prat.

Na primeira etapa, no entanto, não teve gols. Com 72% de posse de bola, contra apenas 28% do rival, os comandados por Luis Enrique finalizaram seis vezes, sendo quatro no gol, contra nenhuma da Albânia.

Na segunda etapa, mesmo diante da forte retranca dos albaneses, a Espanha achou o gol para abrir o placar. Aos 30 minutos, Ferran Torres recebeu de Pino, deu uma cavadinha na saída do goleiro e abriu o placar.

Mas, aos 39, a Albânia, em uma das poucas chances que teve no jogo, empatou. E o gol saiu de uma trapalhada. García tentou o passe de cabeça para o lado, acabou acertando Uzuni e a bola entrou.

A Espanha não se deu por desistir e achou a vitória. Aos 44, em bela jogada, Pedri achou Olmo, que arriscou e colocou a bola no ângulo de Berisha.

A Espanha volta a campo na próxima terça-feira (29) para encarar a Islândia, às 15h45, no Estádio Abanc-Riazor. No mesmo dia, mas às 13h, a Albânia encara Georgia, em casa.