<
>

CS:GO | Valve muda regras sobre pontuação e técnicos para os eventos RMR do Major

play
Manchester City x PSG na Champions League! Veja simulação no Fifa 22 com golaço de Rodri e assistência de Neymar (2:00)

Time inglês recebe o francês no Etihad Stadium nesta quarta pela 5ª rodada da fase de grupos da Champions League (2:00)

Mudanças no RMR do cenário competitivo de Counter-Strike são válidas oara as temporadas de 2022 e 2023.


Em uma possível retaliação contra treinadores e equipes com uma nacionalidade única, a Valve anunciou nesta terça-feira (25), mudanças em suas regras de elegibilidade e técnicos nos eventos dos Regional Major Ranking para os Majors de Counter-Strike: Global Offensive. A notícia não foi divulgada pela própria Valve, mas já se encontra disponível em seu site oficial.

Durante as temporadas 2022 e 2023, as equipes serão classificadas de acordo com a base nos seus desempenhos no Major anterior, além dos eventos RMR. A nova pontuação foi dividida da seguinte forma:

Major anterior (PGL Major 2021)

  • Campeão (NAVI): 1600

  • Vice-campeão (G2): 1500

  • 3/4° lugar (Gambit e Heroic): 1350

  • 5-8° lugar (FURIA, VItality, Virtus.pro e NiP): 1050

  • 9-16° lugar (Legends): 450

Torneios RMR

  • Campeão: 3200

  • Vice-campeão: 3000

  • 3° lugar: 2800

  • 4° lugar: 2600

  • 5° lugar: 2400

  • 6° lugar: 2200

  • 7° lugar: 2000

  • 8° lugar em diante: 200 a menos por posição

No fim dos torneios RMR, a Valve dará o convite para o Major para 24 equipes de regiões diferentes sendo 8 Legends, 8 Challengers e 8 Contenders. A região terá espaços alocados de acordo com seus desempenhos em no Major anterior.

Além da mudança de pontuação e distribuição de vagas, a Valve também anunciou mudanças em suas regras. As equipes com elenco majoritário, como a GODSENT, terá de disputar os eventos RMR da região da América do Sul, por conta do seu elenco ser formado por brasileiros.

As equipes não poderão disputar vagas na América do Norte ou Europa, no caso de elencos sul-americanos como FURIA, 00Nation e paiN Gaming. No caso de empates de elenco, com diversas nacionalidades, como dois europeus, dois americanos e um brasileiros, poderão decidir qual região vão jogar os eventos da Valve.

Durante os eventos presenciais, os treinadores não vão poder se comunicar durante os jogos. Segundo a produtora, "O técnico não pode ser visto, sentido ou ouvido pelos jogadores em qualquer ocasião, fora as pausas táticas e intervalo entre mapas". Os treinadores já viraram assunto em eventos da Valve, onde a própria produtora mostrou o seu descontentamento com o técnico após o capítulo do “bug do coach”.

Por último, as equipes podem inscrever jogadores reservas nos jogos, mas com um custo de 20% dos pontos totais conquistados. Caso a equipe precise trocar de volta um dos seus membros titulares, não sofrerá alteração de pontos no RMR, mas a prática pode ser feita apenas uma vez.