<
>

Riot Games investiga CEO da TSM por denúncias de bullying

play
LoL | 'A gente quer ser referência, alcançar os melhores resultados': VORAX Liberty passa a se chamar Liberty. (6:07)

Marina Leite e Samuel Walendowsky falam sobre seu método de trabalho e a nova fase da organização em todos os esports (6:07)

A Riot Games abriu uma investigação sobre alegações de desrespeito e bullying causado pelo CEO da TSM em seus funcionários.


A Riot Games anunciou uma investigação motivada por denúncias de bullying e abuso verbal feitas pelo CEO da Team SoloMid (TSM FTX), Andy “Reginald” Dinh, a funcionários da sua organização. A TSM, com sede na Califórnia, EUA, possui equipes em Fortnite, Valorant, Apex Legends, Free Fire, Super Smash Bros., além de League of Legends.

Segundo relatos de quatro ex-colaboradores ao site Wired, há uma “cultura do medo” na TSM FTX, imposta por Reginald, que inclui ofensas e assédio moral em situações cotidianas, como reuniões. Um funcionário que trabalha atualmente na organização diz que Reginald traz apenas críticas ao trabalho de seus subordinados, de forma bastante agressiva.

A Riot respondeu ao site Wired que “está ciente das alegações feitas sobre o CEO da TSM. Como responsável pela liga [norte-americana de League of Legends], contratou um escritório de advocacia para conduzir uma investigação independente sobre as alegações de má conduta”.

Já Dihn disse ao mesmo site que “tem tolerância zero para baixo desempenho”, que é “intenso, apaixonado, motivado e implacável”: “estabeleço um padrão extremamente alto e, quando sinto que alguém não está entregando, compartilho esse feedback diretamente e sem rodeios. Meu vocabulário às vezes é muito duro e ineficaz. Estou trabalhando para melhorar a maneira como me comunico com minha equipe e com as pessoas ao meu redor”.

”ELE FEZ MUITOS CHORAREM”

Em novembro de 2021, Peter "Doublelift" Peng, jogador de League of Legends que atuou pela TSM, falou sobre as polêmicas envolvendo Reginald. Para Doublelift “falta respeito e decência humana” no comportamento do antigo chefe.

Em uma live, Doublelift falou sobre a convivência com Reginald: “ele fez muitos jogadores chorarem, eu não vou lembrar de nomes, mas vocês ficariam muito surpresos de quantos nomes conhecidos e que vocês gostam da LCS já tiveram um colapso mental por causa do quão mal eles foram repreendidos e estavam sendo agredidos verbalmente”.

As manifestações de Doublelift foram motivadas por uma discussão do Atirador com Reginald no Twitter e o fórum reddit também em novembro passado.