<
>

R6 | High Calibre traz a defensora irlandesa Thorn para o elenco de operadores

Thorn, a nova operadora de Rainbow Six Siege Divulgação/Ubisoft

Thorn chega ao jogo para fazer estrago nos adversários com suas granadas Razorbloom Shell e o mapa Outback sofreu alterações, assim como alguns operadores e mecânicas do jogo


O ano está chegando ao fim e com ele, a última temporada de Rainbow Six Siege começa a mostrar todas as suas novidades. O ESPN Esports Brasil foi convidado para testar a nova operadora que chega junto da operação High Calibre, além de mudanças no mapa Outback, câmeras defensivas fora do mapa e também na interface do jogo. Veja as novidades:

A quarta e última operação do Rainbow Six Siege em 2021, High Calibre, trará para o plantel de operadores a irlandesa Thorn. Chegando aos servidores com seu cabelo ruivo característico dos irlandeses, Thorn é a mais nova defensora que chega com um equipamento perfeito para aqueles que gostam de abater os inimigos: a Razorbloom Shell, granada que gruda nas superfícies e é capaz de eliminar instantaneamente os operadores que estiverem em sua área de explosão.

Apesar de parecer um equipamento extremamente forte - afinal uma única explosão é capaz de eliminar diversos operadores adversários -, o sentimento que fica de Thorn é que talvez ela precise de alguns ajustes antes de ser lançada para realmente ter algum impacto dentro de jogo, mas claro, o ambiente de um servidor de testes é muito diferente das filas ranqueadas.

O tempo para que as Razorbloom Shells explodam quando um operador inimigo passa perto é grande demais, facilitando para que os atacantes possam destruí-la caso ela esteja mal posicionada ou até mesmo correr para longe do raio de explosão. É um dos casos de operadores que funcionarão muito bem em um time coordenado, mas que talvez não seja tão forte em uma situação em que se está jogando sozinho.

Quanto à escolha de armas, os jogadores que optarem por jogar com a Thorn poderão escolher entre sua submachine UZK50Gi, criada exclusivamente para o jogo, ou a escopeta M870 que também é usada por Bandit. Nesse quesito não existem reclamações, pois ambas as escolhas possibilitam um estilo de jogo que casa bem com os dois de armadura e velocidade da operadora.

OUTRAS MUDANÇAS

Uma das grandes mudanças que o novo update traz ao jogo é a no servidor de teste. A partir da próxima atualização, o servidor de testes estará aberto apenas em três momentos diferentes ao longo da temporada e os conteúdos serão divididos em três etapas: o Season Release, que contém conteúdos que serão entregues na temporada, o Lab Release, que trará atualizações experimentais e permitirá a equipe coletar feedbacks, e por fim o Balancing Release, que trará mudanças de balanceamento em operadores e outras coisas.

Junto disso, o jogo também receberá uma mudança de design no R6 Fix, site que coleta feedbacks e tickets da comunidade, com melhorias na navegação. Dentro de jogo, a partir do próximo patch os times não serão mais identificados pelas cores azul e laranja, e sim pelas cores azul e vermelho - podendo ser revertida de volta para a cor laranja caso seja da preferência dos jogadores.

A interface também receberá mudanças para se adequar melhor ao direcionamento tomado pela Ubisoft para a arte do jogo. As mudanças são leves e facilitam o entendimento dos jogadores, como por exemplo com a nova bússola, que permite os jogadores verem pings, onde os jogadores foram abatidos e também em que andar do mapa você está.

Na defesa, os jogadores poderão ver agora um contador de drones, tornando mais fácil saber quantos drones inimigos ainda restam e por fim, para entrar com estilo nas partidas, os jogadores poderão personalizar cards e suas elites para melhor representá-los dentro de jogo. Quer usar a comemoração de vitória da elite do Tachanka com o uniforme de unicórnio? Agora você pode!

BALANCEAMENTOS DE MAPAS E OPERADORES

Outra grande novidade que a operação High Calibre trará é o rework do mapa Outback. Se você é um jogador de Rainbow Six, muito provavelmente você já caiu nesse mapa e, assim como eu, a única coisa que passou pela sua cabeça foi: “Esse mapa de novo não, não aguento mais”. Logo, uma mudança no design do mapa parecia ser uma boa ideia e realmente se provou como uma.

Antes um mapa difícil para os atacantes, que encontravam dificuldades para entrar no estabelecimento, hoje essa tarefa se torna menos insuportável. Além de melhorar a entrada em certos ambiente, eliminando linhas de visão que antes favoreciam os defensores e também adicionando paredes externas (além de dificultar um pouco a rotação defensora ao tirar uma das escadas), Outback agora também mostra-se um mapa com muito mais confrontos cara a cara entre os jogadores por conta da divisão de alguns cômodos.

Além do mapa, alguns operadores também sofreram algumas mudanças em como funcionam para melhorar o balanceamento, como é o caso de Finka. Para a próxima operação, a operadora russa receberá um buff aguardado há um tempo pelos jogadores, que permite o jogador levantar quando for derrubado com a personagem através do Pico de Adrenalina, sua “habilidade”.

Junto de Finka, Echo e Mozzie também receberam uma mudança, mas dessa vez mais leve. Os drones dos operadores da defesa tiveram a duração para desativar aumentada quando estiverem fora do mapa de 3 segundos para 10, tudo isso para contrastar com a mudança na perda de sinal das câmeras. Tanto as câmeras da Valquíria, Maestro, Echo e Mozzie, junto das câmeras a prova de balas - que receberão os tiros de EMP também nessa atualização -, serão desativadas após 10 segundos fora dos prédios.