<
>

'Não sou maluco de transmitir algo sem permissão', diz Nobru ao ser banido da Twitch

Bruno "Nobru" Goes, jogador de Free Fire, dono de equipe Fluxo e um dos streamers mais populares do Brasil, foi banido da Twitch, plataforma de transmissão pela internet, neste domingo (22). O motivo está relacionado a transmissão em seu canal da partida entre Athletico Paranaense e Corinthians, pela 17ª rodada do Brasileirão. A conta foi reativada após o jogo.

Nobru se manifestou em sua conta oficial no Twitter: “jogo estava autorizado, não sou maluco de transmitir algo sem consultar ou tiver a permissão”. O campeão mundial de Free Fire se valeu da parceria da agência 3C Gaming, LiveMode e o Athletico Paranaense, time que tem os direitos de transmissão dos seus jogos dentro de casa.

A transmissão funcionaria no estilo de pay-per-view, no qual apenas os subs do canal do Nobru poderiam acompanhar o jogo; o valor do sub na Twitch é de R$: 7,90 e vale para o mês todo.

Nobru também falou sobre a repercussão e promete processar aqueles que derrubaram a transmissão: “estava muito feliz e ansioso para o dia de hoje, fui para estúdio deixar a parada o mais profissional possível para derrubarem a transmissão. Pior são as pessoas que ficam dando risada da desgraça dos outros, não sei o que fiz pra merecer isso”.

Seria a primeira experiência de Nobru com transmissões de futebol profissional, mas não do Athletico Paranaense, que no início de 2021 teve sua partida mostrada no canal de Baiano na Twitch.

Grandes streamers sofrem punições, sendo alguns casos sem explicação mais clara, como o caso de YoDa, que chegou a reavaliar sua parceria com a plataforma, mas manteve seu canal.

A relação dos streamer com a plataforma está xeque graças as novas regras de sub impostas pela Twitch, gerando até um movimento coletivo dos criadores de conteúdo.