<
>

Cky revela planos da Godsent para 2021: "Queremos estruturar um time de alto nível e altamente competitivo"

play
Flamengo ou Envy? KNG fala que grupo recebeu 'diversas propostas' (3:06)

Os últimos rumores do grupo formado por KNG, Lucas1, Hen1 e Cogu apontam dois times fortes (3:06)

Com elenco novo anunciado nesta quinta-feira (21), a Godsent é a mais nova organização internacional a contar com talentos brasileiros para representá-la no cenário de CS:GO. A organização volta à competição após se despedir de seus antigos jogadores e integrar os jogadores do ‘Projeto Dead’ ao plantel.

Contando com grandes veteranos do cenário como Taco e Felps, e nomes novos e promissores com Dumau, Latto e B4rtin, que serão comandados pelo técnico Cky, a organização europeia aposta alto para a temporada de 2021 e busca alcançar o topo do cenário competitivo do FPS.

Em entrevista exclusiva ao ESPN Esports Brasil, o técnico Cky falou mais sobre a mudança de ares em sua carreira, o porquê da escolha da Godsent, as expectativas para o ano de 2021 e muito mais.

A GRANDE MUDANÇA

Parte da evolução e grande responsável em tornar a equipe da Team oNe no que é hoje em dia no cenário de CS:GO, com o anúncio de sua entrada na Godsent, Cky se despede da organização que fez parte por quase 4 anos.

Enfrentando um novo e maior desafio à frente, a felicidade do treinador não podia ser maior, e o mesmo enxerga seus anos ao lado dos Golden Boys como um período de aprendizagem e de crescimento, que contribuíram para chegar onde chegou.

“Eu estou muito feliz e grato pela oportunidade de fazer parte do projeto. O período que passei na Team oNe foi essencial para ajudar no meu crescimento, tanto pessoal quanto profissional, principalmente após nossa mudança para competir nos Estados Unidos”, comenta.

Com jogadores promissores e de grande renome a seu lado, o treinador revela que a Godsent foi a equipe escolhida para acolher o “Projeto dead” devido sua estrutura “incrível” e todo o suporte que a organização deu aos novos integrantes.

“A estrutura do Godsent é incrível, o suporte, carinho, profissionalismo, e todas as pessoas da organização com as quais nós tivemos contato até agora não deixaram nada a desejar. Muito pelo contrário, foram extremamente solícitos e compreensivos”, analisa Cky.

PLANOS PARA 2021

Agora representando a camisa da Godsent e com dead - que antes do escândalo com o ‘bug do coach’ atuava como técnico da MIBR - atuando como manager da equipe em tempo integral, o treinador será o responsável por guiar os talentos brasileiros em direção à elite do cenário competitivo de CS:GO.

“Fui contratado para assumir como coach da equipe de forma permanente. Sendo assim, o dead atuará como manager da equipe mesmo após o período de suspensão dele como coach terminar”, afirma o treinador.

Ainda que se trate de uma organização europeia, o treinador revelou que local de atuação do novo elenco que representará a Godsent nos servidores, será no cenário norte-americano.

Apesar dessa escolha de disputar os torneios no NA, Cky afirma que “devido a estrutura proporcionada pelo Godsent, nós temos a possibilidade de realizar pré-temporadas e bootcamps na Europa sempre que necessário, o que é perfeito visto a quantidade de times de alto nível atuando lá”.

Com a possibilidade de treinar contra os melhores do mundo e com o pé no chão, o treinador revela que os planos para a equipe neste ano é conseguir tornar a equipe em uma equipe de alto nível, para conseguirem bater de frente com times da elite do CS:GO.

“Durante este ano nossa prioridade é estruturar um time de alto nível e altamente competitivo. É uma line nova, com potencial gigante, e nossa expectativa é desenvolver ao máximo o talento dos nossos jogadores e do conjunto como um todo”, diz.

BRASIL MUNDO AFORA

2021 será um ótimo ano para os fãs brasileiros de CS:GO. Deixamos para trás um ano onde os principais representantes brasileiros internacionalmente eram MIBR e FURIA, e entramos em um novo ano com mais de cinco equipes representando o Brasil no exterior.

O aumento no número de equipes representando o Brasil faz com que, consequentemente, as chances de vermos uma final brasileirinha em grandes campeonatos também aumentem. Com essas chances sendo maiores, o técnico espera grandes resultados para os times brasileiros e almeja encontrar um deles em uma final de campeonato neste ano.

“Eu espero que sim [encontrar outro time brasileiro em uma final]. Esse é um ano em que diversas equipes brasileiras terão a oportunidade de se qualificar e disputar os principais e mais cobiçados campeonatos fora do Brasil”, observa.

Para fazer isso acontecer, o técnico afirma que a equipe doará tudo de si para poder fazer bonito, representar bem os brasileiros e quem sabe, trazer grandes títulos para casa.

“Nós vamos trabalhar duro, se dedicar e se doar de corpo e alma para chegar lá. E seria algo extraordinário poder encontrar outra equipe brasileira num duelo desses e trazer o caneco pra casa”, finaliza Cky.