<
>

Fifa 20: As incertezas e a rotina dos pro players graças ao coronavírus

SpiderKong, Pedro Resende, Teca, Rafifa e Zezinho são jogadores profissionais de Fifa 20 Arquivo Pessoal

A pandemia do novo coronavírus (COVID-19) afetou radicalmente todos os setores da sociedade e o circuito competitivo de Fifa 20 não ficou de fora. Torneios cancelados, eventos adiados e incerteza quanto ao fechamento da temporada compõe o atual cenário, além de diversos jogadores sem a chance de competir no Global Series.

O ESPN Esports Brasil entrou em contato com grandes nomes do cenário nacional para saber como está sua rotina nesta realidade imposta pela pandemia. Saiba como Pedro Resende, da Ellevens, Rafael "rafifa13" Fortes, da NSE, Miguel “SpiderKong” Bilhar, da Roma, Stephanie “Teca” Luana, da Future FC e Henrique "Zezinho" Lempke, da Benfica estão lidando com treinamentos e se há instruções dos responsáveis do circuito.

GLOBAL SERIES X CORONAVÍRUS

Perguntamos aos jogadores profissionais se eles têm recebido orientações da EA Sports ou da FIFA sobre como ficará a temporada de 2020?

Os jogadores responderam que a temporada está suspensa até que haja condições ideias para prática dos torneios presenciais. Rafifa13 disse que os organizadores querem “seguir a risca as orientações de organizações internacionais de saúde” e Teca destacou que o objetivo é “prevenir que os atletas e colaboradores se exponham ao risco de contrair o vírus”. Rafifa13 também comentou que ainda faz parte dos planos da EA “terminar a temporada de alguma forma, restando aos jogadores a espera”.

Como as organizações e equipes está gerenciado a paralisação. Pedro, não recebo nenhum pronunciamento em especial da Ellevens. NSE pediu que rafifa13 aproveite o tempo em casa da melhor forma possível. Teca comentou que a Future FC está promovendo amistosos com outras equipes para que ela mantenha o ritmo de treinamentos.

SpiderKong agradece pelo apoio da Roma: “estou em um time sensacional, que me da todo suporte necessário até mesmo durante esse período difícil. A única reunião que tivemos sobre foi para perguntar como a gente estava se cuidando na verdade. O nível de preocupação com a gente é muito alto, fico feliz por isso.

Sem jogos, como fica a rotina de treinamento? Pedro diminuiu a frequência e “está aproveitando um tempo pra dar uma descansada na mente”. Já Rafifa13 destaca que é “importante é ficar ativo no game, com treinamento e produção conteúdo para suas redes sociais. O mesmo acontece com Zezinho, que “tem focado em lives e jogando as horas necessárias para se manter em seu melhor nível: .

Já Teca segue “buscando aprimorar e desenvolver suas habilidades no jogo, além de participar dos amistosos citados anteriormente”.

Por fim, queremos saber se eles têm se comunicado com outros jogadores profissionais do mundo. Pedro Resende e Zezinho responderam que perderam um pouco o contato com o circuito em geral. Teca disse que “tem mais contato com os atletas de sua equipe, todos estão aguardando e torcendo para que essa situação do COVID-19 seja normalizada em breve”.

Já SpiderKong revela que está em um grupo de Whatsapp com outros jogadores e que “o pessoal está meio perdido sobre a temporada, que há uns mais otimistas que esperam que haja o Mundial, e outros que a temporada acabou”.