<
>

Riot cria novo método para evitar cheats em League of Legends e em seu jogo de tiro

League of Legends, jogo da Riot Games Divulgação/Riot Games

A Riot Games está trabalhando em um novo método para acabar com os cheaters (trapaceiros) em League of Legends, no Projeto A (o jogo de tiro), e outros games que estão em desenvolvimento. A notícia foi divulgada no site oficial da companhia.

Segundo a postagem, encontrar trapaceiros no jogo não é uma tarefa fácil devido a evolução dos programas de trapaça que conseguem enganar os desenvolvedores de jogos. “Nos últimos anos, desenvolvedores de cheats começaram a aprimorar vulnerabilidades ou corromper a verificação de assinatura do Windows para conseguir rodar seus aplicativos (ou partes deles) no nível do Kernel”.

Uma breve explicação sobre esse termo: "Kernel" é a camada do software mais profunda do seu sistema operacional (o “cérebro” do Windows, por assim dizer) e que controla todos os sistemas internos de seu computador. Programas que rodam no nível de Kernel são muito avançados e podem utilizar recursos para “enganar” outros programas. Nesse caso em específico, os Cheats conseguem passar despercebidos pelos sistemas anti-trapaça de League of Legends. Atualmente LoL tem versões oficias para Mac e Windows.

“Podemos afirmar que uma boa quantidade de cheats por aí estão rodando em um nível de privilégio mais alto que o nosso sistema contra cheats”, explica a postagem. “O problema é o seguinte: executá-los no Modo Kernel pode resultar na apreensão das chamadas de sistema (nas quais confiamos para recuperar nossos dados), e isso acaba modificando os resultados e os faz parecer legítimos, dificultando a nossa detecção do cheat”.

A Riot fala que alguns de seus jogos vão entrar na luta contra os programas de trapaças utilizando um driver que também vai atuar no nível de Kernel, assim como outros programas anti-cheats já fazem, como o EasyAntiCheat, presente em diversos games online.

A empresa diz também que o propósito desta atualização é monitorar a integridade do sistema (para podermos confiar nos nossos dados) e tornar a vida dos trapaceiros mais difícil se tentarem mexer nos nossos jogos (assim, você não poderá culpar os bots de mira pelas suas derrotas)”.

A empresa conclui ainda dizendo que “acreditamos que a proteção contra cheats é um dos componentes mais importantes de um jogo online, e queremos que você possa jogar em um mundo onde não precisará duvidar das habilidades do oponente. A febre do cheat não tem cura, mas vamos continuar fazendo tudo ao nosso alcance para oferecer a melhor experiência competitiva”.