<
>

Campeão brasileiro em 2014, LEP faz declarações impróprias sobre Mayumi; INTZ manifesta repúdio

LEP é jogador profissional de League of Legends e foi o primeiro top laner a representar o Brasil no Mundial Riot Games

O INTZ publicou nesta segunda-feira (27) nota de repúdio a declarações do streamer e jogador profissional Pedro “LEP” Marcari, campeão do CBLoL em 2014 e representante brasileiro no Mundial do mesmo ano, referentes à jogadora profissional Mayumi.

A organização afirmou que considera o conteúdo disseminado na Twitch por LEP “difamatório e injurioso”, e que “ultrapassou totalmente os limites do razoável”. O posicionamento ocorre um dia após a declaração pública da jogadora de que entrará “na justiça” contra LEP por conta de comentários direcionados à sua figura.

No último sábado (25), em uma transmissão na Twitch, LEP leu o comentário de um viewer sugerindo que homens passem a mão nas partes íntimas depois de cumprimentarem Mayumi, única jogadora mulher no CBLoL. Ele respondeu, aos risos, que o ato deveria acontecer “antes” de cumprimentá-la.

Após o primeiro comentário, Mayumi comentou em seu Twitter: “O que será que passa na cabeça de um cara de 25 anos dando ideia de “passar a mão no saco” antes de cumprimentar uma menina de 17?”. LEP manifestou-se, horas depois, pedindo desculpas à jogadora, e afirmando que não concorda com “atitudes como esta”, além de prometer “que não vai ocorrer mais”.

No dia seguinte, domingo (26), um usuário identificado como leplol (tag usada por LEP na Twitch) disseminou ainda, através do canal do streamer FioraMech, um comentário que referia-se a um menor de idade cometendo atos obscenos na Arena da Superliga.

Mayumi respondeu horas depois, dizendo que tomará medidas jurídicas contra o jogador.

NOTA DE REPÚDIO

Na nota de repúdio, o INTZ afirma que “espera que este caso seja rapidamente solucionado e que as consequências sejam tomadas pelas autoridades competentes”, mas não dá detalhes sobre quais serão as medidas tomadas pelo clube ou se auxiliará juridicamente a jogadora.

A reportagem do ESPN Esports Brasil entrou em contato com o INTZ questionando sobre as medidas jurídicas a serem tomadas. A assessoria de imprensa do clube respondeu que a equipe está “alinhando internamente” o que será decidido, e que uma declaração virá nas próximas horas.

A Riot Games também foi procurada pela reportagem, visto que LEP foi campeão brasileiro em 2014 e foi conhecido internacionalmentena comunidade de League of Legends após sua participação no Mundial. A nota será atualizada com as declarações das duas empresas

Confira o posicionamento do INTZ na íntegra:

Mayumi é jogadora profissional de League of Legends e faz parte da INTZ desde agosto de 2019, quando foi revelada ao lado de Yatsu pela peneira Invocadoras. Sua estreia competitiva foi durante a Superliga 2019, na Arena BBL.

LEP é jogador profissional de League of Legends desde 2012, tendo sido campeão brasileiro em 2014 pela KaBuM e-Sports. Ele foi o primeiro top laner a representar o Brasil no Mundial, principal competição da modalidade no mundo. Ao longo de sua carreira, fez passagens pela CNB e pela Red Canids — tendo estado na última equipe até novembro de 2019. Atualmente, o top laner está sem contrato com nenhuma equipe de LoL.