<
>

Próximo de adquirir vaga do CNB no Circuitão, Santos abriu negociação com dupla coreana

Santos fez boa campanha na Superliga de 2018 Leonardo Sang/BBL

O meio Rainbow e o topo Jackpot são dois dos jogadores que interessam ao Santos para a disputa da primeira etapa do Circuito Desafiante 2020. Mapeando bons valores tanto no cenário nacional, como também internacional, o clube paulista abriu negociação com a dupla sul-coreana conforme apurou o ESPN Esports Brasil.

As informações obtidas pela reportagem mostram que o Peixe está em processo de montagem do elenco, mas com uma postura precavida porque algumas das negociações que estão em andamento são consideradas complexas.

É de interesse do Santos investir em contratações de jogadores estrangeiros, sendo Rainbow e Jackpot os favoritos nas respectivas posições, mas a agremiação também não descarta uma formação totalmente brasileira.

As fontes ouvidas pela reportagem disseram ainda que o Santos iniciou conversações e negociações com os jogadores porque está próxima de concretizar a aquisição da vaga no Circuito Desafiante que pertencia ao CNB e-Sports.

Rainbow é um dos coreanos que vinham competindo na LMS, liga voltada para composta por times de Taiwan, Hong Kong, e Macao. Em 2018, defendeu Team Afro - junto com os ex-Vivo Keyd Laba e Nelson -sendo comandado pelo ex-Vivo Keyd Nelson -, e nesta temporada vestiu a camisa do ahq e-Sports Club, com o qual disputou o Campeonato Mundial.

Jackpot também já competiu na LMS, inclusive no mesmo time de Rainbow, mas nos últimos meses vinha vestindo a camisa do bbq Olivers na disputa da 2ª divisão coreana

A reportagem procurou o Santos para comentar sobre a aquisição da vaga do CNB e as negociações que abriu com os jogadores sul-coreanos. A organização respondeu dizendo que não comenta especulações.

O interesse do Santos na dupla coreana foram noticiados pelo jornalista João Messina e Kenzi

Participar do circuito profissional brasileiro de League of Legends é um sonho do Santos desde que o clube voltou a investir nos esportes eletrônicos.

Sob o comando da Select e-Sports, o Peixe vem tentando obter uma vaga no Circuitão desde 2018. Nas duas primeiras tentativas, no segundo semestre de 2018 e no primeiro deste ano, o alvinegro parou na Série de Promoção após derrotas para WP Gaming e Havan Liberty Gaming. O time também tentou se classificar para o torneio que abrirá 2020, mas não conseguiu ir muito longe nas seletivas.

Ao ESPN Esports Brasil, em outubro, o diretor executivo da empresa que gere o projeto santista, Leonardo Di Prado, afirmou que “assim como nas três etapas anteriores”, o Santos tentará adquirir uma vaga.

“Vamos tentar negociar uma vaga. Está dentro do nosso planejamento, mas é algo bem inicial. O Santos já tentou muito via seletivas e eu realmente não gostaria de disputar um novo ‘Circuitinho’. Mas se tiver que disputar, vamos fazer um projeto mais completo. Não tem problema nenhum”, completou o executivo.

O comandante da Select e-Sports deixou claro que, desde que trouxe o Santos para o League of Legends, tentou comprar uma vaga na 2ª divisão nacional. Segundo o executivo, a primeira tentativa foi comprar a vaga da T Show, válida para a segunda etapa de 2018, e as duas seguintes foram negociações com a Operation Kino (OPK), a fim de tentar participar das duas edições do Circuitão disputados neste ano.