<
>

Fifa 20: A eLibertadores é a chance dos clubes brasileiros apostarem nos pro players

No último dia 20 de novembro, a EA anunciou que Fifa 20 terá o maior torneio de clubes das Américas, a Copa CONMEBOL Libertadores. A comunidade do game embarcou no trem do “hype” com a possibilidade de jogar um evento daqui nos mesmo moldes da Copa do Mundo e a Champions League. A notícia por si só é importante, já que se trata de mais um licença para o game. No entanto, o anúncio foi além.

Além da Libertadores, a EA anunciou a realização de um torneio de esports temático para celebrar a chegada da novidade. Batizada de eLibertadores, o evento é parte do circuito competitivo oficial de Fifa 20, o Global Series, e dá pontos para seu ranking.

É claro que há um comemoração por parte da comunidade de Fifa 20 da chegada da Libertadores, mas o dia 20 de novembro foi especial – realmente especial – para aqueles que competem no game. A eLibertadores pode ser aquilo que faltava para que o cenário americano, em especial o brasileiro, de decolar.

OS OLHOS DO MUNDO

O que significa a eLibertadores? Muito. Para começar, trata-se de um torneio oficial do Global Series disputado no continente americano – e com a final no Brasil. Os olhos da comunidade internacional, incluindo patrocinadores, se voltarão para a disputa entre jogadores da região – os mesmo que fazem um grande sucesso em palcos no exterior.

Trata-se de um torneio que vai equiparar Fifa 20 a outros esports que volta e meia vêm ao Brasil como Counter-Strike e League of Legends. Pode ser mais uma amostra da capacidade do país em produzir grandes eventos.

Ao se voltar para a América do Sul, em especial, a comunidade local tem a oportunidade de fazer reinvindicações, principalmente técnicas, junto a EA. Para começar, uma infraestrutura melhor quanto a servidores, que elevem o nível de qualidade das partidas disputadas pelos jogadores comuns.

Entre os pro players, trata-se da chance de aumentar a participação americana no circuito mundial, já que há raras oportunidades de se jogar próximo de casa e o número de vagas destinada para a região é incompatível com o talento e o número de atletas com que a região conta.

É mais uma oportunidade para os pro players da região brilharem. O Brasil, por exemplo, já é um celeiro de jogadores de Fifa. Além dos jogadores que atuam por organizações daqui, há aqueles que defendem a camisa de grandes times do exterior.

Fifilza e Ebinho jogam pelo Wolverhampton, Wendell Lira está com o Sporting de Portugal, Spider Kong defende a Roma e, até pouco tempo atrás, Rafifa era jogador do Paris Saint-Germain. Isso sem citar organizações internacionais de esports que encontram aqui os talentos que precisam para se destacar como Ellenvens (Pedro Rezende) e Team Gullit (Henrique “Zezinho”).

CLUBES ENTRAM EM CAMPO?

Após citar tudo que pode acontecer acima, devo focar em algo que viria a ser extremamente benéfico ao cenário brasileiro. Se o mundo de Fifa 20 estará de olho na eLibertadores, por que não os grandes clubes de futebol daqui?

Já passou da hora dos grandes times terem maior participação no cenário competitivo dos simuladores de futebol. Pro Evolution Soccer e a CBF lutam para que haja um cenário aqui entre os jogadores do game da Konami. O resultado? O eBrasileirão segue sendo disputado por representantes do clubes da principal divisão do futebol e nossos jogadores conquistas grandes títulos, como os mundiais de Guifera e da eLiga Stars.

Porém, e para se consolidar de vez, a concorrência precisa entrar em campo. Fifa 20, EA e clubes não se mexem para que o futebol daqui, tão adorado pelo povo, tenha sua liga, cenário ou uma estrutura mínima nos esports. Alguns clubes já se movimentam, como o caso do Cruzeiro, que conta com Josaci "Senna do Boné" Senna e Guilherme "Guigonzc" Gonzaga para o cenário de Fifa 20 (além de jogadores de PES), mas ainda é pouco.

A eLibertadores pode ser pontapé para que os tradicionais clubes de futebol se voltem de vez para os esports, promovendo os games para suas vastas torcidas, escolhendo seus representantes para jogar aqui e no exterior. Poucas ferramentas alcançam os mais jovens como os videogames – os esports.

Trata-se de um círculo vicioso: a EA dá a devida atenção ao cenário local, os clubes se mexem para criar ligas e a estrutura necessária para os pro players jogarem, o público consome torneios com atletas daqui, que se desenvolvem para brilhar em torneios globais.

O TORNEIO

A eLibertadores, que terá transmissão em português, espanhol e inglês, começa já no dia 6 de dezembro com a fase de inscrições. Na sequência acontece a etapa qualificatória, entre 21 e 22 de dezembro, para jogadores que não fazem parte do quadro de competidores habituais da EA.

A disputa entre os jogadores classificados acontece entre 04 e 05 de janeiro de 2020, com a grande final marcada para 7 e 8 de março no Brasil. Nela, os 8 melhores jogadores de Xbox One e PlayStation 4 disputam uma premiação total de 100 mil dólares. Está também em disputa 450 pontos para o ranking do Global Series, o circuito competitivo de Fifa 20, que que apontará os jogadores que estarão no mundial do game em 2020.

A COPA EM FIFA 20

A Copa CONMEBOL Libertadores estará em Fifa 20 como uma expansão gratuita e será lançada em março de 2020 para Xbox One, PlayStation 4 e PC. O torneio terá times e jogadores devidamente licenciados e seu conteúdo especial estará em diversos modos do game, em especial o Ultimate Team.