<
>

Opinião: A Eurocopa em PES 2020 e a importância das licenças nos games de futebol

play
Cristiano Ronaldo na Juventus: o que esperar da segunda temporada do craque na Itália? Gian Oddi analisa (1:41)

Português foi eleito o melhor jogador da última edição da Serie A (1:41)

Dentre as funções dos videogames, há a recriação da realidade - e os simuladores de esportes fazem um grande papel a cada jogo lançado. A simulações de esportes profissionais que vemos em alguns títulos como F1, NBA 2K e Madden, apesar de alguns tropeços, são admiráveis. E neste cenário “realidade X virtual”, os jogos de futebol têm grande importância não só no coração dos jogadores, mas no bolso de suas empresas.

Em mais de uma década, Fifa e Pro Evolution Soccer têm lutado pelo gosto (e o dinheiro) do jogador. A cada ano, uma batalha feroz entre Konami e EA Sports acontece e envolve desenvolvimento técnico e maneiras diferentes de se jogar uma partida do esporte bretão nos videogames.

Uma dessas frentes de batalha tem ganhado cada vez mais peso: as licenças. Usar ou não clubes, torneios e jogadores tem feito com que a luta de PES e Fifa comece muito antes do primeiro jogo ligado na casa de um jogador. Ela tem sido palco para uma disputa por direitos de imagem e uso de licenças que tornem o game mais realista. Para a temporada 2020, esta luta nunca esteve tão acirrada.

EU TENHO E VOCÊ NÃO

Se um simulador de futebol tem a pretensão de recriar a realidade, nada mais justo que todos os elementos que envolvem uma partida profissional de esportes sejam respeitados.

Quando Fifa tomou o lugar do até então “rei do futebol” PES do posto de preferido do público, muitos acreditavam que o game da EA seria absoluto. Champions League em Fifa 19? A pá de cal na disputa.

Fifa é o jogo mais popular do mundo, com vendas anuais que superam em muito seus defeitos que a EA insiste em não corrigir. Só não é absoluto pois PES ainda tem sua importância e possui um público que o tem no mais alto respeito. Em qualquer outra disputa de gênero, a quantidade de licenças que Fifa tem a seu favor seria responsável pela aniquilação da concorrência, mas, para o terror dos seus planos, Pro Evolution Soccer persiste.

Como PES ainda está luta mesmo sem ter as mesmas armas de Fifa quanto a licenças? A Konami tem seus próprios defeitos, mas sua estratégia de “comer pelas beiradas” quanto à direitos começa a chamar a atenção daqueles que gostam de Fifa porque tem sua liga europeia favorita ou algum torneio em especial.

EUROCOPA 2020

Fifa tem a Champions, a Copa do Mundo e acesso total a grandes ligas. PES tem parcerias com gigantes europeus e garimpa ligas para estar em seu novo game. Mas, nesta semana, houve um golaço por parte da Konami: a Eurocopa 2020.

O maior torneio de seleções da Europa, uma espécie de Copa do Mundo sem Brasil e Argentina, foi garantida em PES 2020. Ela virá como uma expansão gratuita, em um período em que os jogadores estão com a cabeça na temporada 2021. Trata-se de um pacote completo para o jogador de PES, um fato que aumentará a vida útil do jogo.

A Eurcopa dará à PES 2020 seleções, estádios e jogadores licenciados, além do direito da organização de uma versão virtual para os esports.

Mais uma vez, a Konami acertar ao apelar para a paixão do torcedor/jogador. Se não há força das ligas de Fifa a seu favor, a Konami segue trazendo para seu lado torcedores fanáticos para seu game.

Uma das maiores atrações ao se jogar um game de futebol é sua relação pessoal com o time controlado. Claro, a tal “geração PlayStation”, como é classificado os torcedores brasileiros que dão mais atenção a um time europeu do que da sua própria cidade, existe, mas pouca coisa é mais gratificante do que controlar a seleção do seu país ou seu time do coração.

Imagine o público de países como Armênia, Azerbaijão, Finlândia ou Lituânia, que terão a chance de jogar com sua seleção nacional? Em PES, mesmo no caso de times ou seleções mais fracos, há a certeza que muitos serão influenciados a comprar o jogo da Konami, assim como é o caso dos consumidores que torcem para o Barcelona, Bayern de Munique, Manchester United e Juventus.

Há cada vez mais manifestações de jogadores em dúvida, ou que mudarão de lado, nesta temporada. Seja pela falta de desenvolvimento da EA ou pelas promessas da Konami, há mais gente dizendo “vou de PES este ano”.

O simulador eFootball PES 2020 será lançado em 10 de setembro e terá versões para PlayStation 4, Xbox One e PC. Já Fifa 20 será lançado em 27 de setembro com versões para PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch e PC.