<
>

MIBR disputando Major de CS com Zews no lugar de cold só em caso de emergência, diz site

Coldzera jogando pela MIBR. HLTV

A desenhada saída de cold do MIBR ganhou um tom dramático nesta terça-feira (9). Se o bicampeão mundial de Counter-Strike realmente for negociado, a equipe brasileira não poderá utilizar Zews no lugar porque as regras do StarLadder Berlim só permitem mudanças em casos de emergência após o encerramento das inscrições.

A informação foi publicada pelo Mais Esports, que entrou em contato com o comitê organizador do segundo Major deste ano. Um representante da StarLadder informou ao site que nenhum pedido de mudança no elenco foi enviado até o momento e deixou claro que, "se um jogador decide deixar o time, isso não é uma emergência".

A possibilidade do MIBR utilizar o treinador no lugar de cold começou a ser circulada no domingo (7), quando o HLTV.org revelou que o jogador pediu para ser colocado na reserva e negociado com outra organização.

No dia seguinte a notícia, cold informou numa rede social que sugeriu disputar o Major, mas disse que a ideia foi rechaçada pelos companheiros. "Eu me ofereci a treinar. Me ofereci a jogar o Major e tentar ganhar. Eles são meus amigos, farei o possível para ajudar eles a ganharem esse Major e não prejudicar ninguém. Mas eles mesmo recusaram. Que culpa eu tenho nisso irmão?", respondeu a um seguidor.

Cada uma das equipes que vão disputar os Minors e os Majors enviaram ao comitê organizador as escalações no último dia 25 e, a partir dessa data, mudanças somente em casos de emergências, que são descritos no livro de regras da competição como como não obtenção e atraso de visto ou problemas sérios de saúde.