<
>

Simeone revela reação curiosa ao ver Argentina e diz por que nunca assumiu seleção

play
Pjanic no Barcelona, condições do negócio por Lautaro e mais: Linares repercute jornais espanhóis (1:39)

Time catalão quer usar trocas para trazer meio-campista da Juventus e atacante da Internazionale (1:39)

Diego Simeone já foi diversas vezes cotado, mas nunca assumiu a seleção argentina. Um dos treinadores mais bem sucedidos na atualidade, ele explicou os motivos de até hoje não ter trocado o Atlético de Madrid pela Albiceleste.

"É difícil explicar também para as pessoas a projeção de encontrar um time que estava com muitos problemas como o Atlético de Madrid, e hoje aparece em um lugar próximo dos mais poderosos do mundo. Porque quando falo sobre isso, quem está na Argentina diz: 'O que importa para mim, quero que você vá para a seleção' . Mas ei, tudo está indo no devido tempo e no seu devido espaço.Não tenho dúvidas de que, em algum momento, se forem encontradas situações, eu poderia ter a oportunidade", disse o treinador em entrevista à AFA Play.

"É claro que quando a Copa América ou a Copa do Mundo começa e o hino começa, obviamente comigo mesmo acabo ficando com raiva e digo: por que (não estou lá)?", acrescentou.

O treinador ainda respondeu também à eterna comparação entre Lionel Messi e Diego Maradona.

"(Messi e Maradona) são diferentes. Um é uma máquina de fazer gols. Sofreu bastante nos últimos anos. O outro é o futebol argentino representado em uma pessoa. Hoje parece que Messi, mais maduro, começa a se exteriorizar, e para Diego nunca custou nada isso. Poderiam jogador juntos", avaliou.

Diego Simeone está no comando do Atlético de Madrid desde 2011. Ele conquistou o Campeonato Espanhol na temporada 2013-14 e chegou duas vezes na final da Champions League.