<
>

'Começaríamos a ter buracos': Simeone diz por que desconfiaria de Messi, Maradona e Cristiano Ronaldo juntos

play
Pjanic no Barcelona, condições do negócio por Lautaro e mais: Linares repercute jornais espanhóis (1:39)

Time catalão quer usar trocas para trazer meio-campista da Juventus e atacante da Internazionale (1:39)

Já imaginou um trio de ataque formado por Messi, Maradona e Cristiano Ronaldo?

Certamente seria o sonho de muitos treinadores. Mas não de Diego Simeone, técnico do Atlético de Madrid.

Em entrevista à AFA Play, o comandante respondeu sobre a eterna comparação entre Messi e Maradona e explicou por que desconfiaria da eficiência de todos os astros juntos.

"(Messi e Maradona) são diferentes. Um é uma máquina de fazer gols. Sofreu bastante nos últimos anos. O outro é o futebol argentino representado em uma pessoa. Hoje parece que Messi, mais maduro, começa a se exteriorizar, e para Diego nunca custou nada isso. Poderiam jogar juntos", avaliou Simeone.

Claro que a situação é hipotética, mas o técnico falou do "problema" em acrescentar CR7 à equação.

"Colocar Cristiano junto seria mais complicado. Começaria a ter buracos. Sempre digo que se um não correr, tudo bem. Se não correm dois, difícil. Se não correm três, impossível", completou.

Vale lembrar que Simeone já se envolveu em polêmica ao falar sobre Messi e Cristiano Ronaldo. Em um áudio vazado durante a Copa do Mundo de 2018, o ex-jogador criticou o argentino ao compará-lo com o português, mas depois se explicou e disse que prfere o compatriota.