<
>

Anderson Silva pede Nick Diaz, McGregor aprova e ainda diz que enfrenta Nate no mesmo card em Curitiba

Nem bem lutou – e perdeu – para Israel Adesanya, Anderson Silva já começou a pensar em seu futuro. E ele tem um motivo para isso: quer voltar a entrar em ação logo no dia 11 de maio, quando o UFC deve desembarcar em Curitiba mais uma vez para a edição de número 237.

E potenciais rivais para esse retorno rápido não faltam! Tanto é que o mundo do MMA ficou enlouquecido com ofertas de luta e muita expectativa.

Conor McGregor foi o primeiro a se oferecer. “Anderson é um lutador muito esperto. Você só desenvolve esses métodos durantes anos experiência dura de luta. Performance fenomenal. O veterano astuto. Muito respeito sempre. Seria uma honra”, disse.

Anderson Silva prontamente aceitou o desafio em sua coletiva de imprensa.

“Primeiro de tudo, eu respeito o campeão. Eu acho que nesse ponto da minha carreira e da dele é muito interessante fazer isso. Acho que uma superluta entre mim e Conor é muito interessante. Vamos ver. O futuro dentro do UFC é interessante porque tudo muda muito rápido. Eu estou pronto para lutar em breve”, disse.

Só que pouco antes, quando nem sabia ainda sobre McGregor, Anderson mostrou que tinha outra luta na cabeça.

“Acho que faz sentido lutar com o Nick Diaz lá. Acho que é uma luta muito interessante porque nossa última luta ficou sem resultado. Eu falei com o empresário dele há alguns meses e Nick falei ‘Ok, vamos fazer. Precisamos ver, estou esperando pelo Dana. Ainda é cedo para falar sobre isso”, disse.

Para completar a ciranda, McGregor voltou às redes sociais e ‘aprovou’ a revanche entre o brasileiro e o norte-americano e ainda se ofereceu para enfrentar Nate Diaz, irmão de Nick, no mesmo card em Curitiba.

“Marquem isso (Anderson x Nick em Curitiba). Eu vou lutar com Nate nesse card”, postou.

As propostas talvez agradem um pouco mais a Dana White. Um pouco antes, o chefão do UFC havia se surpreendido com a oferta de McGregor em lutar com Anderson, mas disse que não gostava da ideia. Ele mesmo tinha aprovado uma sugestão diferente, de um repórter.

"Sim, eu faria Anderson x Weidman novamente se os dois quisessem. É uma luta divertida", disse.