<
>

Amanda Nunes choca o mundo do MMA; 'Maior da história', 'selvagem' e até 'eu avisei' de ex-rival

play
UFC: Amanda revela o que conversou com Cyborg no octógono e crava: 'Sou a melhor de todos os tempos' (1:58)

A 'Leoa' brasileira venceu sua compatriota e conquistou seu segundo cinturão (1:58)

Amanda Nunes precisou de apenas 51 segundos para nocautear Cris Cyborg, se tornar a primeira mulher a conquistar dois cinturões diferentes no UFC - e ao mesmo tempo -, e também para chocar o mundo.

Pelas redes sociais, outros lutadores cravaram: ela é mesmo a maior de todos os tempos!

Veja repercussões da vitória de Amanda:

“Ela tentou avisar vocês. A Leoa é a Maior da História!”, Tyron Woodley

“Puta m... Campeã dupla. Grande trabalho, jovem garota”, Daniel Cormier

“Dois cinturões. Selvagem”, Cortney Case

“Puta m... Eu disse para vocês que ela batia forte. Maior da História”, Miesha Tate

“Eu realmente achava que Cris iria ganhar, mas Amanda chocou o mundo. Parabéns”, Rafael dos Anjos

“Parabéns à nova campeã”, Roy Nelson

“Arrepiado. Wow! Parabéns”, Chris Weidman

“Muita gente estava errada! Enorme parabéns para a Leoa Amanda Nunes”, Alistair Overeem

“Que p.. acabou de acontecer? Tudo é possível!”, Aljamain Sterling

Veja todos os resultados do UFC 232:

CARD PRINCIPAL:

Jon Jones (EUA) nocauteou Alexander Gustafsson (SUE) aos 2:02 do 3º round - pelo cinturão dos meio-pesados
Amanda Nunes nocauteou Cris Cyborg (BRA) a 0:51 do 1º round - pelo cinturão feminino dos penas
Michael Chiesa (EUA) finalizou Carlos Condit (EUA) com uma kimura a 0:56 do 2º round - meio-médios
Corey Anderson (EUA) venceu Ilir Latifi (SUE) na decisão unânime dos jurados (triplo 29-28) - meio-pesados
Alex Volkanovski (AUS) nocauteou Chad Mendes (EUA) aos 4:14 do 2º round - penas

CARD PRELIMINAR:

Walt Harris (EUA) venceu Andre Arlovski (BLR) na decisão dividida dos jurados (27-30, 29-28 e 29-28) - pesados
Megan Anderson (AUS) nocauteou Cat Zingano (EUA) a 1:01 do 1º round - penas feminino
Petr Yan (RUS) nocauteou Douglas D'Silva (BRA) no intervalo entre o 2º e o 3º round por interrupção do córner - galos
Ryan Hall (EUA) finalizou BJ Penn (EUA) com uma chave de perna a 2:46 do 1º round - leves
Nathaniel Wood (ING) finalizou Andre Ewell (EUA) com um mata-leão aos 4:12 do 3º round - galos
Uriah Hall (JAM) nocauteou Bevon Lewis (EUA) a 1:32 do 3º round - médios
Curtis Millender (EUA) venceu Siyar Bahadurzada (AFG) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 30-27) - meio-médios
Montel Jackson (EUA) finalizou Brian Kelleher (EUA) com um triângulo de mão a 1:40 do 1º round - peso combiando