<
>

Palmeiras faz melhor jogo do ano e vence Bragantino pelo Campeonato Paulista com gols de Dudu e Scarpa

Em seu melhor jogo em 2019, o Palmeiras venceu o Bragantino por 2 a 0 com bastante facilidade, nesta segunda-feira, pela 6ª rodada do Campeonato Paulista, no Pacaembu.

Foi a recuperação dos Alviverdes no Estadual, depois da dolorida derrota para o rival Corinthians, em pleno Allianz Parque, na partida anterior.

O atacante Dudu abriu a conta logo aos 7 da primeira etapa, fazendo seu 1º gol na temporada. De pênalti, Gustavo Scarpa ampliou e já resolveu a parada de cara.

No segundo tempo, o Verdão teve alguns minutos de verdadeiro show, fazendo ótimas jogadas e envolvendo o adversário com boas trocas de passes entre Moisés, Dudu e Gustavo Scarpa, os melhores em campo.

No entanto, por falta de pontaria o placar não foi ainda mais elástico no Pacaembu, que teve pouco mais de 20 mil pagantes e R$ 554.857,50 de renda.

Com o resultado, o time comandado por Luiz Felipe Scolari vai a 13 pontos e volta à liderança do grupo B, que havia sido perdida para o Novorizontino no domingo - o Tigre tem 11.

O Massa Bruta, por sua vez, segue com 8 pontos, na vice-liderança da chave C.

Na próxima rodada, o Palmeiras visita a Ferroviária, domingo, às 17h (de Brasília), na Fonte Luminosa.

Um dia antes, às 16h30, o Bragantino joga fora de casa contra o São Caetano, no Anacleto Campanella.

O JOGO

Em um Pacaembu só meio cheio, o Palmeiras não precisou de muito tempo para abrir o placar: logo aos 7 minutos, o time de Felipão armou contra-ataque fatal, Moisés deu ótima enfiada e Dudu tocou no cantinho de Alex Alves para abrir a conta.

Primeiro gol do craque alviverde na temporada, em seu 6º jogo.

Até os 20 minutos, porém, foram raros os lances de emoção, já que o técnico do time do interior, Marcelo Veiga, armou um time bastante defensivo, que se preocupava apenas em roubar a bola do Verdão, mas depois não sabia o que fazer com ela.

Em uma rara chegada ao ataque, o Massa Bruta experimentou com o volante Klauber, de fora da área, aos 22 minutos, mas Fernando Prass defendeu sem problemas.

Mas foi só o Bragantino se assanhar que o Palmeiras deu a resposta: aos 27, Dudu deu ótimo passe para Borja, que invadiu a área e foi derrubado pelo goleiro: pênalti bem marcado pelo árbitro Vinícius Furlan.

Na cobrança, Gustavo Scarpa só deslocou o arqueiro para ampliar.

Pouco depois, Moisés quase fez um gol antológico: do meio-campo, ele viu Alex Alves adiantado e arriscou um chute por cobertura. A torcida já até levantava para comemorar, mas o goleiro conseguiu se recuperar e defendeu.

Na sequência, os atletas do Bragantino passaram a abusar das faltas e distribuíram pancadas. O juiz, porém, só mostrou dois cartões amarelos.

No último lance da primeira etapa, o atacante Matheus Peixoto, da equipe visitante, acertou um lindo chute de fora da área, que entraria no ângulo de Fernando Prass. O camisa 1 mostrou reflexo e fez linda defesa, garantindo o 2 a 0 no intervalo.

Na segunda etapa, o Verdão quase marcou no primeiro lance de ataque: Dudu chutou, Alex Alves defendeu com as pernas e Borja, completamente livre no rebote, isolou por cima, perdendo uma chance inacreditável.

A equipe de Felipão voltou com tudo, e por pouco não marcou em seguida numa linda trama de ataque, que terminou com Scarpa chutando cruzado e tirando tinta da trave.

E era um verdadeiro show alviverde: no lance seguinte, Moisés fez jogada de craque, meteu uma caneta em seu marcador e mandou uma bomba de fora da área. Alex Alves se esticou todo e fez grande defesa para impedir o golaço.

O Bragantino só foi conseguir dar uma resposta aos 15 minutos, em uma cobrança de falta pelo lado esquerdo. Adriano Paulista bateu direto e exigiu boa intervenção de Prass, que espalmou por cima.

Mas o Alviverde era realmente o dono do jogo, e despediçou outra boa oportunidade aos 15: a zaga alvinegra errou ao tentar tirar a bola de Scarpa e acabou dando um "passe" para Felipe Pires, que chegou batendo cruzado. No entanto, ele errou a mira e mandou para fora.

No restante do tempo, a partida foi disputada em ritmo de treino pelos comandados de Felipão. Ainda entraram Bruno Henrique, Lucas Lima e Carlos Eduardo no time, mas o placar permaneceu o mesmo.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 x 0 BRAGANTINO

Local: Estádio do Pacaembu, São Paulo-SP
Data: 11 de fevereiro de 2019, segunda-feira
Horário: 20h (de Brasília)
Público: 20.144 pagantes
Renda: R$ 554.857,50
Árbitro: Vinícius Furlan
Assistentes: Gustavo Rodrigues de Oliveira e Vítor Carmona Metestaine
Cartões amarelos: Antônio Carlos (PAL); Itaqui, Klauber, Magno e Lázaro (BRA)

GOLS
PALMEIRAS: Dudu, aos 7, e Gustavo Scarpa, aos 27 minutos do primeiro tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Thiago Santos, Moisés (Bruno Henrique) e Gustavo Scarpa (Lucas Lima); Dudu (Carlos Eduardo), Felipe Pires e Borja Técnico: Luiz Felipe Scolari

BRAGANTINO: Alex Alves; Itaqui (Buiú), Lázaro, Júnior Goiano e Léo Rigo; Klauber (Renan), Magno e Rafael Chorão; Wesley, Adriano Paulista (Galego) e Matheus Peixoto Técnico: Marcelo Veiga