<
>

Djokovic dá aula, domina Medvedev e vence o Australian Open pela 9ª vez na carreira

Nove títulos de Australian Open. Três seguidos. 18 Grand Slams. Novak Djokovic não para de fazer história.

Na madrugada de sábado para domingo, o sérvio número 1 do mundo dominou Daniil Medvedev, fez 3 a 0 no russo e venceu em Melbourne mais uma vez com parciais de 7-5, 6-2 e 6-2 em 1h53min.

Djoko começou com tudo a final, quebrando logo o primeiro saque de Medvedev. O número 4 do mundo voltou para a partida, mas mais uma quebra do sérvio fechou o set inicial em 7-5 depois de 42 minutos.

Medvedev parecia estar na briga ao quebrar o primeiro serviço de Djokovic no segundo set, mas o sérvio respondeu em seguida, e o russo se perdeu na partida - foram erros atrás de erros do vice-campeão, que chegou a se irritar e quebrar a própria raquete antes de sofrer o 6 a 2 em 35 minutos.

E se parecia que Medvedev já havia perdido a cabeça no segundo set, o terceiro foi ainda pior. O russo errava bolas simples, não variava seu jogo e começou a reclamar sozinho no caminho para a derrota.

Djoko se aproveitou do descontrole de Medvedev, evitou qualquer tentativa do russo de voltar para a partida e fechou o terceiro set com outro 6 a 2 em 36 minutos.

Veja os melhores momentos do título de Djokovic no Australian Open