<
>

US Open: Osaka leva 'vareio' no 1º set, mas vira de forma espetacular sobre Azarenka e é bicampeã

Naomi Osaka é a grande campeã do US Open 2020! Neste sábado, a japonesa levou um verdadeiro "vareio" no 1º set, mas se reencontrou e virou de forma espetacular sobre Victoria Azarenka, ganhando com parciais de 1-6, 6-3 e 6-3.

Foi a 2ª vez que Osaka ganhou o Grand Slam norte-americano. Antes, ela já havia sido campeã em 2018, quando chegou à decisão pela 1ª vez.

Esse é seu 3º título dos mais importantes torneios do mundo do tênis, já que ela também foi campeã do Australian Open, em 2019.

Com o triunfo, aliás, a campeã leva um belo prêmio de US$ 3 milhões (R$ 16 milhões). Já a vice ganha US$ 1,5 milhão (R$ 8 milhões).

Azarenka, por sua vez, segue "amaldiçoada" em finais de Us Open. Esta foi a 3ª vez que a bielorussa alcançou a 3ª, amargando seu 3º revés (os outros foram em 2012 e 2013).

No Arthur Ashe Stadium, o que se viu no 1º set foi um verdadeiro atropelamento.

Jogando muito bem e ainda aproveitando erros sucessivos da japonesa, Azarenka foi quebrando saques em sequência e fechou em 6-1 depois de só 27 minutos de jogo.

No 2º set, Azarenka voltou em ritmo forte e já conquistou outra quebra, dando a impressão de que passearia até o final da partida.

No entanto, a maré mudou.

Osaka resolveu reagir e devolveu o break, mostrando que ainda estava no jogo.

Dali em diante, a japonesa mostrou a consistência esperada e fez a adversária suar, fechando de maneira forte em 6-3.

Já no 3º set, foi a vez de Osaka "maltratar" a rival.

A asiática simplesmente deitou e rolou em quadra, deixando Azarenka sem qualquer reação contra seus golpes e abrindo 4-1.

Mas a bielorussa não ia desistir fácil: ela lutou muito para fazer 4-2 e, na sequência, quebrou o saque da rival para diminuir para 4-3.

No entanto, a noite era mesmo de Naomi Osaka: ela devolveu o break na sequência, batalhou e fechou a parcial em 6-3, sagrando-se campeã do US Open após 1h57min de jogo.