<
>

Nadal chega a 22 títulos de Grand Slam e amplia 'dinastia' no tênis; relembre outras supremacias em esportes individuais

play
No clima das Olimpíadas de Tóquio, relembre quando Usain Bolt venceu 'corrida no espaço' (0:50)

'Flutuando', a lenda do atletismo mundial mostrou velocidade até com a gravidade zero (0:50)

Rafael Nadal conquistou Roland Garros pela 14ª vez na carreira no último domingo (5) e chegou a 22 títulos de Grand Slam


Neste domingo, Rafael Nadal arrasou o noruguês Casper Ruud e conquistou Roland Garros pela 14ª vez em sua carreira.

O domínio do espanhol no Grand Slam francês é algo que impressiona. Ele é disparado o dono do maior número de taças do torneio, muito à frente do 2º colocado no quesito: o francês Max Decugis, que foi octacampeão.

Além disso, El Toro também é dono do maior número de títulos de Grand Slam em todos os tempos: 22.

Além dos 14 na França, Nadal ainda soma 2 na Austrália, 2 em Wimbledon e 4 nos Estados Unidos.

Ele está à frente de outros dois grandes nomes do esporte: Roger Federer e Novak Djokovic, que somam cada um 20 conquistas do tipo.

A supremacia do espanhol, aliás, é comparável ao de outros nomes do "Monte Olimpo" do esporte individual.

Confira alguns dos maiores domínios:

Usain Bolt

Não há como discutir que o jamaicano é o maior corredor de todos os tempos, tamanha sua supremacia nas provas mais rápidas do atletismo.

Afinal, Usain Bolt é (e deve ser por muito tempo) o detentor dos recordes mundiais dos 100m e 200m rasos, além do revezamento 4x100m.

O "monstro sagrado" possui oito medalhas de ouro olímpicas, e é o único corredor a ter vencido os 100m e os 200m em três Jogos Olímpicos consecutivos (2008, 2012 e 2016).

11 vezes campeão mundial, ele ganhou praticamente todas as provas de 100m, 200m e revezamento 4x100m em Mundiais de 2009 a 2015. A única que ele não faturou por a dos 100m de 2011, já que queimou a largada.

Tá bom ou quer mais?

Paavo Nurmi

Se Bolt é insuperável nas corridas curtas, o "Finlandês Voador" Paavo Nurmi é o número 1 quando se trata de provas de média e longa distância.

A lenda fez simplesmente 22 recordes mundiais em provas que variaram de 1.500m até 20km.

Em Olimpíadas, Nurmi participou de 12 eventos em três edições (1920, 1924 e 1928) e jamais saiu sem medalha: foram 9 ouros e 3 pratas.

Em seu apogeu, o "Finlandês Voador" ficou invicto em 121 corridas consecutivas em provas acima de 800m.

Por fim, durante seus 14 anos de carreira, ele jamais foi derrotado em eventos de cross country e 10.000m.

play
0:50

No clima das Olimpíadas de Tóquio, relembre quando Usain Bolt venceu 'corrida no espaço'

'Flutuando', a lenda do atletismo mundial mostrou velocidade até com a gravidade zero

Michael Phelps

Ele não é só o nadador mais condecorado de todos os tempos, mas também o atleta olímpico mais premiado da história: 28 medalhas, sendo 23 de ouro.

Nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, Phelps faturou 8 ouros, quebrando o recorde que pertencia ao compatriota Mark Spitz, em 1972.

Além disso, o nadador é dono do recorde mundial dos 400m medley, além de já ter sido o campeão das melhores marcas nos 200m livre, 100m borboleta, 200m borboleta e 200m medley.

Em competições de piscina longa, o norte-americano ainda possui incríveis 82 medalhas, sendo 65 de ouro, 14 de prata e 3 de bronze.

Fora isso, foi eleito 2 vezes o nadador do ano pela Fina (Federação Internacional de Natação).

Tiger Woods

Há muita controvérsia sobre quem é o maior golfista da história. Quem disse o nome de Tiger Woods, porém, tem ótimos argumentos para sustentar sua tese.

Afinal, a lenda está empatada com o histórico Sam Snead como dono do maior número de conquistas no PGA Tour: 82 para cada.

Além disso, Woods é o que mais ganhou Major's masculinos, com 15 conquistas - ele fica atrás apenas do também monstruoso Jack Nicklaus (18).

A lista de recordes e prêmios individuais conquistados por Tiger, porém, são seu grande diferencial.

Afinal, só ele pode dizer que foi o jogador do ano da PGA em 11 oportunidades, além de ter conseguido a maior arrecadação anual em prêmios 10 vezes.

Rocky Marciano

Conhecido como "The Rock", ou "A Rocha", Rocky Marciano (que na verdade se chamava Rocco Francis Marchegiano) é, para muitos, o maior boxeador de todos os tempos.

Ele competiu entre 1947 e 1955, mantendo o título mundial dos pesos-pesados entre 1952 e 1956. Ao todo, ele defendeu seu cinturão em seis ocasiões, sempre com sucesso.

Marciano é, até hoje, o único campeão dos pesados a ter encerrado a carreira invicto: foram 49 lutas e 49 vitórias.

Como se não bastasse a invencibilidade, ele ainda possui (ao lado de Joe Louis) a maior média de nocautes por vitória de todos os tempos, com 87,8%.

Ao todo, foram 43 triunfos por nocaute nos 49 combates que disputou na vida.

Kelly Slater

Quando se discute o maior surfista de todos os tempos, é muito difícil não citar o nome de Kelly Slater na 1ª colocação.

Afinal, ninguém chega perto dos incríveis 11 títulos de WSL (Liga Mundial de Surfe) do norte-americano.

Seu domínio se espalhou por pelas décadas de 90, 2000 e 2010, já que ele faturou o troféu em 1992, 1994, 1995, 1996, 1997, 1998, 2005, 2006, 2008, 2010 e 2011.

Ao todo, ele venceu incríveis 56 etapas da WSL na carreira, juntando uma premiação total de US$ 4.071.360,00.

Para complementar, Slater ainda faturou 2 medalhas de ouro (2003 e 2004) nos X-Games, as Olimpíadas de esportes radicais organizadas pela ESPN.

Michael Schumacher e Lewis Hamilton

É complicado definir qual foi a maior supremacia da história da Fórmula 1. Juan Manuel Fangio foi histórico, mas Michael Schumacher e Lewis Hamilton são ainda maiores.

O alemão foi heptacampeão mundial, faturando os títulos das temporadas 1994, 1995, 2000, 2001, 2002, 2003 e 2004.

Ao todo, foram 308 corridas de Schumacher, com 91 vitórias e 155 pódios, além de 68 poles e 77 voltas mais rápidas.

Já Hamilton, que segue em atividade, também foi campeão mundial 7 vezes: 2008, 2014, 2015, 2017, 2018, 2019 e 2020.

Em 295 corridas, o britânico soma 103 vitórias e 183 pódios, com 103 poles e 59 voltas mais rápidas.