<
>

Surfe: Ítalo Ferreira chega atrasado, compete de jeans e vence bateria em torneio que dá vaga em Olimpíada

O brasileiro Italo Ferreira protagonizou uma história para lá de inusitada nos Jogos Mundiais de surfe, que acontecem no Japão e dão vaga na Olimpíada de Tóquio para surfistas da África, Ásia, Europa e Oceania. Ele foi do aeroporto direto para a praia, surfou de jeans e venceu sua bateria.

Tudo começa com um passaporte que foi furtado de Ítalo, na última semana, nos Estados Unidos. Os trâmites para recuperar o documento atrasaram a viagem do surfista, que só chegou à praia de Miyazaki nesta terça quando sua bateria já estava na água. Nada, porém, que o impedisse de brilhar.

Com menos de dez minutos para o fim da disputa, Italo vestiu rapidamente a lycra da competição, manteve a bermuda jeans que usava e foi para o mar com uma prancha emprestada, de seu colega de World Surf League e compatriota Filipe Toledo. Com um aéreo, ele garantiu a vitória.

Mesmo com poucas ondas, Italo somou 13,46 pontos, vencendo o argentino Leandro Usuna (2º), o mexicano Dylan Southworth (3º) e o norueguês Frode Goa (4º), avançando à segunda fase.

“Os juízes nem viram que entrei na água, não havia bandeira de prioridade para mim. Comecei com a prioridade quatro e consegui pegar as ondas com esta bermuda e a prancha do Filipe. Tudo parecia perdido para mim, mas no final as coisas deram certo”, disse Italo, ao site “Dukesurf”.

Além de Italo e o próprio Filipinho, também estão competindo no Japão o brasileiro Gabriel Medina e o norte-americano Kelly Slater – tanto ele, quanto Toledo já se garantiram na segunda fase.

Para os surfistas da América, as vagas para Tóquio 2020 serão conseguidas através dos Jogos Pan-Americanos (um homem e uma mulher), o Mundial de surfe de 2019 da WSL (dez homens e oito mulheres) e os Jogos Mundiais de surfe de 2020 (quatro homens e seis mulheres).

Nos Jogos Mundiais de surfe no Japão, garantirão vaga olímpicas quatro homens e quatro mulheres desde que eles sejam dos seguintes continentes: África, Ásia, Europa e Oceania.