<
>

Olimpíadas: Fernanda Garay confirma despedida da seleção e diz: 'Dói pra caramba, mas estou feliz e orgulhosa'

play
Olimpíadas: Brasil é derrotado pelos Estados Unidos por 3 sets a 0, mas é prata no vôlei feminino; veja (1:02)

Seleção brasileira perdeu a decisão, mas ficou com a medalha de prata em Tóquio (1:02)

Neste domingo, o Brasil foi derrotado por 3 sets a 0 (25-21, 25-20 e 25-14) para os Estados Unidos e ficou com a medalha de prata no vôlei feminino nas Olimpíadas de Tóquio.

O jogo marcou, também, a despedida de Fernanda Garay com a camisa da seleção brasileira. A ponteira já havia anunciado que seria seu último torneio pelo Brasil e confirmou a informação após a derrota.

Clique aqui para ver o Quadro de Medalhas das Olimpíadas atualizado e siga o fim dos Jogos de Tóquio em TEMPO REAL!

"Sim, foi o último. É péssimo agora porque a gente não conseguiu vencer. Mas foi muito bom, foi muito bom estar aqui com esse grupo todo esse tempo. Falo em todas as entrevistas e repito agora: curti muito estar com essas gurias, tenho muito orgulho delas. Um grupo que veio desacreditado e, em muitos momentos de dificuldade, se fortaleceu muito. Então eu volto para casa bastante orgulhosa de tudo que a gente fez e de onde a gente chegou", disse ao SporTV.

"Queria agradecer a torcida brasileira, todo mundo que mandou mensagem, que mandou energia positiva. Não tenho dúvida que isso nos fortaleceu. Desejo sorte para quem continua por aqui porque o Brasil é isso, é emoção, é coração, é entrega. Tenho certeza que essa geração vai continuar representando o Brasil da melhor maneira possível."

Na sequência, Garay tentou explicar a derrota e deu todos os méritos para as americanas.

"A gente sabia da dificuldade desse jogo. Por ser uma final olímpica, a gente sabia que elas dariam tudo delas também, e não tenho dúvida que demos tudo da gente também. Talvez atleticamente elas conseguiram jogar melhores que a gente. Elas foram muito agressivas no saque e a gente teve que ficar segurando, jogando contra o placar. Mas estou muito orgulhosa desse grupo, do que fizemos até aqui. Elas tiveram mais adversidades durante esses Jogos Olímpicos, a gente conseguiu se impor em muito mais momentos, em mais jogos, elas conseguiram sair de mais momentos de dificuldade, talvez isso tenha fortalecido elas", finalizou.